twitter

Empresário de Braga cria certificação de "Felicidade" para locais de trabalho

Empresário de Braga cria certificação de "Felicidade" para locais de trabalho
Fotografia DR

Redação

Publicado em 16 de maio de 2024, às 19:37

Iniciativa do CEO do Grupo Bernardo da Costa

O empresário Ricardo Costa, CEO do Grupo Bernardo da Costa, com sede em Braga, fundou a Academia da Felicidade em conjunto com a Keeptalent Portugal, e agora vai distribuir um selo que certifica locais de trabalho com excelência em práticas de bem-estar e felicidade organizacional.

O processo de inscrição do Índice de Bem-estar e Felicidade que dará lugar à atribuição do selo de Certificação da Academia da Felicidade foi lançado e está disponível até o dia 31 de maio. A cerimónia de reconhecimento está marcada para 4 de setembro em Lisboa.

“Estamos muito animados para reconhecer e premiar as empresas em Portugal que genuinamente se dedicam ao bem-estar e felicidade de seus colaboradores. Este é um passo significativo na promoção de ambientes de trabalho mais saudáveis e gratificantes, disse Ricardo Costa, segundo a Executive Digest.

“Num momento em que as pessoas são cada vez mais seletivas na escolha de seus empregadores, a parceria entre a Keeptalent Portugal e a Academia da Falicidade visa elevar os padrões de excelência nas organizações, incentivando práticas que promovam o bem-estar e a felicidade dos colaboradores”, disse Sofia Manso, CEO da Academia da Felicidade.

O processo de avaliação vai ser conduzido pela Keeptalent Portugal através da aplicação de um questionário universal de auscultação dos colaboradores com base numa metodologia internacional. As empresas que atingirem níveis de excelência recebem o selo que será válido por um ano.

"As empresas e organizações participantes terão uma oportunidade única de submeter as suas práticas internas para análise, com base na avaliação anónima dos seus colaboradores em diversas dimensões do bem-estar e da felicidade organizacional, comentou Pedro Ramos, CEO da Keeptalent Portugal.

Recorde-se que o Grupo Bernardo Costa foi a primeira empresa portuguesa a criar um Departamento de Felicidade, e acredita que é uma medida para tornar os locais de trabalho mais produtivos. O empresário lança hoje o livro “A Felicidade é Lucrativa”, onde aborda estes temas.