twitter

Município de Braga sensibiliza comunidade escolar para mudança de comportamentos de mobilidade

Município de Braga sensibiliza comunidade escolar para mudança de comportamentos de mobilidade
Fotografia DR

Diana Carvalho

Jornalista

Publicado em 29 de fevereiro de 2024, às 10:57

O projeto europeu “SharedGreenDeal” terminou com uma sessão na Escola D. Maria II.

Braga foi uma das quatro cidades europeias selecionadas para integrar o “SharedGreenDeal”, uma iniciativa europeia que visa a criação de um laboratório de mobilidade urbana em contexto escolar. O último momento do projeto realizou-se esta quarta-feira, dia 28 de fevereiro, com um percurso de bicicleta entre as três escolas participantes e um fórum na Escola D. Maria II.

O projeto "SharedGreenDeal", realizado em três fases, consistiu na realização de fóruns que contaram com a participação de alunos, professores e encarregados de educação da Escola Secundária D. Maria II, da EB 2, 3 André Soares e EB 2,3 de Lamaçães. O último fórum do projeto teve lugar esta quarta-feira, na Escola D. Maria II, com a presença de Olga Pereira, vereadora responsável pelo pelouro da Mobilidade, de representantes da Polícia Municipal e da Polícia de Segurança Pública (PSP). A sessão começou, contudo, na EB 2,3 de Lamaçães com uma exposição e com a realização de um percurso de bicicleta entre as três escolas participantes.

O “SharedGreenDeal”, que conta ainda com a participação das cidades de Sófia (Bulgária), Galway (Irlanda) e Panevėžys (Lituânia), teve como principal objetivo a aceleração da mudança nos comportamentos de mobilidade no contexto das viagens escolares. Para tal, foram definidos objetivos específicos, nomeadamente a capacitação dos jovens para a participação nos processos de elaboração das políticas de planeamento, a formulação de recomendações políticas e estratégias em prol dos modos de deslocação sustentáveis, a co-criação de soluções específicas adaptadas ao contexto de cada escola e a sensibilização para a aceitação pública e social da mobilidade escolar sustentável.

O projeto desenvolveu-se ao longo de três fases, estruturadas num total de oito fóruns. Numa primeira fase de diagnóstico, debateram-se os comportamentos, atitudes e problemas relacionados com a mobilidade escolar e o espaço público na envolvente às escolas. Nas fases seguintes, foram sistematizadas algumas soluções e propostas de melhoria. No âmbito das diversas atividades realizadas, foi dinamizado um workshop onde os participantes tiveram a oportunidade de construir e experimentar um periscópio, com o objetivo de “ver a cidades pelos olhos de uma criança”.