twitter

Equipa Espiral promoveu em Guadalupe um dia de dança e cultura para os bracarenses

Equipa Espiral promoveu em Guadalupe um dia de dança e cultura para os bracarenses
Fotografia DM

Publicado em 15 de outubro de 2023, às 10:12

A Equipa Espiral mostrou no festival várias das suas iniciativas.

A Equipa Espiral promoveu ao longo do dia de ontem no Parque de Guadalupe, em Braga, um conjunto de atividades de dança e cultura que deram corpo ao Festival Bate o Pé. Pelo jardim da capela de Guadalupe, a Equipa Espiral colocou diferentes áreas com diferentes atividades para os visitantes que ali se deslocaram.

Segundo a presidente da direção da Equipa Espiral este festival foi realizado porque esta associação bracarense dá formação de danças do mundo há já bastante tempo. «Por isso, resolvemos trazê-las para aqui e juntar também a este evento outras danças e outros grupos», disse Célia Rocha.

Exemplo disso mesmo foram as presenças neste evento do professor Juanjo Nogueira, que deu um workshop de danças celtas, e do Grupo Folclórico da Universidade do Minho, que deu uma formação sobre folclore. A par disto, a formadora da Equipa Espiral, Mirjam Dekker mostrou ao longo do dia os vários tipos de danças do mundo, convidando todos os presentes a acompanhá-la. «Para além disso também tivemos os nossos workshops de construção de instrumentos, que é uma coisa que nós também fazemos. Nós não saímos só para tocar. Os nossos miúdos também aprendem a construir os instrumentos dentro da sede», disse.

A par disso, os visitantes também puderam participar no ateliê das formas animadas, onde aprenderem como é que se faz um “cabeçudo” e um gigantone. No Parque de Lazer de Guadalupe foi também reservado um espaço denominado “reuse”. «É um espaço de trocas de roupas por outras roupas e de livros por outros livros», explicou.

Outro momento muito apreciado deste dia foi o yoga para as crianças com a Joana Neiva. «Desde o início que pensámos neste evento aberto ao público. A nossa ideia é que toda a gente viesse e passasse um dia de festa connosco porque a Equipa Espiral é muito isto, somos festa, somos alegria, e é isto que gostamos de partilhar com as pessoas durante o ano inteiro, em todos os eventos que fazemos», disse. O Festival Bate o Pé finalizou à noite com um grande baile ao ritmo dos Sons da Suévia.