twitter

Ampliação de 21 ME em fábrica de armas cria mais 50 empregos em Viana do Castelo

Ampliação de 21 ME em fábrica de armas cria mais 50 empregos em Viana do Castelo
Fotografia DR

Agência Lusa

Agência noticiosa

Publicado em 31 de outubro de 2023, às 11:44

A Browing Viana emprega atualmente mais de 500 trabalhadores.

A Browning, fábrica de armas instalada há 50 anos em Viana do Castelo, concluiu a ampliação da unidade em São Romão do Neiva, orçada em 21 milhões de euros. A ampliação criou 50 novos empregos, foi divulgado esta terça-feira.

Na resposta escrita a um pedido de esclarecimento enviado pela Lusa, fonte do grupo belga FN Herstal, que detém a Browning Viana, adiantou que "desde o início do projeto de ampliação, em 2022, foram criados cerca de 50 novos postos de trabalho".

De acordo com o sítio oficial da Browing Viana na internet, consultado pela Lusa, a empresa emprega mais de 500 trabalhadores. A fábrica, responsável pela produção das armas Browning e Winchester, passou a ocupar "uma área total de 30 mil metros quadrados". Trata-se da maior fábrica de armas em Portugal, estando autorizada pela PSP a produzir até 150 mil unidades por ano.​​​​​​​

A ampliação da unidade fabril vem permitir o “incremento do conteúdo digital de suporte à atividade, a produção de componentes de maior valor acrescentado, o tratamento de superfície de acordo com as determinações do REACH [regulamento da União Europeia para melhorar a proteção da saúde humana e do ambiente face aos riscos que podem resultar dos produtos químicos] e melhorar as condições de trabalho".

A ampliação da fábrica de armas de caça e desporto, instalada na zona industrial de Neiva, desde abril de 1973, visou a “expansão da área coberta para produção e armazenamento de materiais, novas tecnologias, aumento da capacidade e maior valor acrescentado através da internalização de conteúdo externo”. O investimento na ampliação das instalações, orçado em 21 milhões de euros, "foi financiado, em 1,5 milhões de euros, por fundos comunitários". Em março de 2022, a Câmara de Viana do Castelo aprovou por unanimidade o reconhecimento de interesse municipal daquele investimento.

A Browing produz carabinas e espingardas de caça, sendo que "70% da produção se destina ao mercado americano". A empresa estima fechar o ano de 2023 com "um volume de negócios de 80 milhões de euros", prevendo para 2024 um aumento da faturação de oito milhões de euros.