twitter

Bordado de Viana do Castelo exposto na Assembleia da República

Bordado de Viana do Castelo exposto na Assembleia da República
Fotografia DR

Redação

Publicado em 11 de outubro de 2023, às 10:59

Até sexta-feira, o Bordado de Viana do Castelo está patente na Assembleia da República, abrangendo uma exposição de produtos tradicionais.

Entre hoje e sexta-feira, o Bordado de Viana do Castelo está exposto na Assembleia da República, integrando uma exposição de produtos tradicionais. São 22 as produções certificadas em Portugal continental que estão presentes nesta mostra organizada a convite do deputado Carlos Brás, pela A.Certifica, o único organismo de certificação das produções artesanais.

Nesta mostra participam artesãos que representam todos os produtos certificados de Norte a sul do País: Lenços de Namorados do Minho, Olaria, Figurado de Barcelos, Bordado de Crivo São Miguel da Carreira, Bordado de Guimarães, Bordado de Viana do castelo, Junça da Beselga – Penedono, Bordado de Tibaldinho – Mangualde, Barro Preto de Olho Marinho – Vila Nova de Poiares, Louça Preta de Molelos – Tondela, Bonecos de Estremoz, Bordado de Castelo Branco, Viola Beiroa, Viola Braguesa, Junco de Forjães – Esposende, Camisola Poveira, Cantarinhas dos Namorados – Guimarães, Filigrana de Portugal.

As mulheres de Viana do Castelo ao longo dos anos embelezaram as suas toalhas e outros panos usados em momentos festivos com bordados de grande beleza. A inspiração destes bordados vem dos elementos naturais, com diversas flores estilizadas e elementos vegetais, como são as silvas e as hastes. Desta forma, a exuberância da natureza era transportada para dentro de casa.

Como forma de proteger a qualidade do trabalho das bordadeiras, a Câmara Municipal de Viana do Castelo certificou a marca “Bordado de Viana do Castelo” e, hoje em dia, apenas os produtos certificados podem garantir um produto genuíno.

Recorde-se que foi em 25 de agosto de 2005 que a Câmara Municipal apresentou ao INPI – Instituto Nacional da Propriedade Industrial o pedido de registo da Indicação Geográfica “Bordado de Viana do Castelo”. Trata-se de uma marca composta por símbolo e denominação aprovados em sede da Comissão de Acompanhamento do projeto “Bordados de Viana, Património Vianense”. Em 2012, foi aprovada a certificação do Bordado de Viana do Castelo, que se tornou, assim, o quinto produto artesanal, em todo o continente, a ser certificado. Foi em agosto desse mesmo ano que os primeiros bordados já certificados começaram a ser comercializados.

A exposição está de todos os produtos certificados está, pois, patente até sexta-feira no Palácio de São Bento, em Lisboa, edifício que foi sede do Parlamento de Portugal de 1834 até 1976, altura em que passou a sede da Assembleia da República.