twitter

«É um jogo para homens e temos de estar unidos»

«É um jogo para homens e temos de estar unidos»
Fotografia Avelino Lima

José Costa Lima

Jornalista

Publicado em 10 de maio de 2024, às 20:08

Rui Duarte, técnico do SC Braga e o dérbi de amanhã frente ao Vitória SC

O técnico do SC Braga, Rui Duarte, apelou hoje à união no plantel do SC Braga para serem bem sucedidos no dérbi minhoto de amanhã, em Guimarães, diante do Vitória SC. «É um jogo para homens! Temos de estar unidos, tem de haver um espírito de grupo muito grande», disse o treinador na conferência de imprensa de antevisão da partida.

Leia o que Rui Duarte disse:

Jogo em Guimarães

«É um jogo para homens! Temos de estar unidos, tem de haver um espírito de grupo muito grande. Sabemos que o Vitória tem uma boa equipa, muito bem orientada, está a fazer um excelente campeonato, mas temos de as nossas ideias. Vai ser difícil, mas vamos lutar para ganhar com a toda nossa força, energia e união».

Tem dois jogadores castigados e três em risco de exclusão…

«Não pensamos no jogo seguinte, temos de ir com tudo. Não há gestão, todos contam e quando se parte para um jogo destes a pensar no próximo não vai dar certo. Vamos convictos, com a nossa organização, plano e união. Vamos com tudo para ganhar este jogo. Não vamos poupar, vamos focar-nos neste jogo, que nos vai dar muito trabalho. O SC Braga não ganha há duas épocas em Guimarães e isso não é normal. Queremos dar uma resposta muito convicta do que queremos fazer. Estamos mentalizados para isso. Respeitamos o Vitória, mas estamos convictos que vamos sair com os três pontos».

Seca de Banza

«Não se passa nada. Não estou preocupado se vai ele fazer golo, até pode ser o Matheus. Não me importa quem marca. São fases que os jogadores passam. Temos 51 jogos na época, 11 meses e os jogadores passam por fases mais positivas e menos positivas. O que me deixa contente é que quem está no jogo está a acrescentar. Não tem a ver com a minha chegada. Não sei se o treino [antes da chegada de Rui Duarte] era mais propício ao jogador, mas o Abel fez o seu trabalho bem. Estou preocupado com o geral. Fico contente é que os adeptos esgotaram os bilhetes em duas horas. Seja com o Abel, Banza ou os dois, que poderá acontecer, temos de mostrar aos adeptos que queremos tanto como eles. Esse é um sinal de união muito positivo. As pessoas acreditam e temos de fazer acontecer e dar alegria. É um sinal que vem de fora para dentro».