twitter

Cara de Espelho chega a Braga com uma mala cheia de histórias

Cara de Espelho chega a Braga com uma mala cheia de histórias
Fotografia

Redação

Publicado em 23 de fevereiro de 2024, às 18:38

Membros da banda fizeram o lançamento do concerto no Salão Nobre do Theatro Circo.

Imagine que vai aos CTT e a loja está fechada. Agora imagine também que nessa ida encontra uma pessoa conhecida. Foi assim que nasceu o novo projeto musical Cara de Espelho que junta junta membros dos Deolinda, A Naifa, Ornatos Violeta e Humanos.

A estreia ao vivo vai ser amanhã, sábado, 24 de março, e a expectativa está em alta entre os membros da banda.

“É uma grande honra estrear aqui no Theatro Circo, em Braga, este grupo, onde todos já passamos mas com outros projetos”,  afirma Pedro da Silva Martins, o guitarrista da banda.

Quanto à história da ida aos CTT, esta ocorreu quando  Carlos Guerreiro encontrou Sérgio Nascimento à porta de um balcão que estava efetivamente encerrado e que gerou uma conversa que originou a banda.

Criado em tempos de pandemia, do Covid-19, a Cara de Espelhos teve o cunho pessoal de todos os artistas que iam inserindo notas às músicas e que, de repente, já tinham “material para um disco completo”, revelou Carlos Guerreiro.

Sentados num sofá no Salão Nobre do Theatro Circo os membros da banda projetaram o concerto e analteceram a grandeza do palco bracarense.

A banda traz um universo de canções de sonoridade singular, com enfoque social e urbano, onde se sente a provocação e a crítica acutilante da canção de intervenção, a presença da música popular e tradicional portuguesa e a inspiração dos nossos grandes cantautores.

A banda é composta por Pedro da Silva Martins, dos Deolinda, às quais se associam as construções de instrumentos e os arranjos de Carlos Guerreiro, Gaiteiros de Lisboa, o baixo de Nuno Prata, Ornatos Violeta, as guitarras de Luís J Martins, Deolinda, as percussões de Sérgio Nascimento, Humanos e Deolinda, e na voz Maria Antónia Mendes, de A Naifa.