twitter

Hospital de Braga reduz camas nos Cuidados Intensivos a partir de novembro

Hospital de Braga reduz camas nos Cuidados Intensivos a partir de novembro
Fotografia DR

Agência Lusa

Agência noticiosa

Publicado em 17 de outubro de 2023, às 16:14

O Hospital de Braga vai reduzir, de 32 para 20, o número de camas disponíveis nos Cuidados Intensivos, face à indisponibilidade de 12 dos 19 médicos intensivistas para a realização de horas extraordinárias, foi hoje anunciado.

Em resposta escrita enviada à Lusa, o hospital refere que aquela redução vai vigorar a partir de 01 de novembro.

O hospital explica que a redução resulta da entrega de 12 minutas de indisponibilidade de médicos do Serviço de Medicina Intensiva, de um total de 19 intensivistas, para realizarem mais do que as 150 horas extraordinárias indicadas na lei.

Sublinha que, mesmo assim, “o número de camas disponíveis nos Cuidados Intensivos continua a ser bastante superior às 12 camas disponíveis” em 2019.

Por isso, acrescenta, continuará a assegura “uma resposta positiva aos utentes que necessitem de permanecer” naquela unidade.

Em relação ao Serviço de Cirurgia Geral, o hospital registou, até ao momento, a entrega de 27 minutas de indisponibilidade para realizarem mais do que as 150 horas extraordinárias a que estão obrigados por lei.

Quanto ao Serviço de Urgência, o hospital diz que “está em funcionamento, durante o mês de outubro, sem previsão de encerramento”.

“Por motivos da redução de equipa do Serviço de Cirurgia Geral, em alguns períodos, poderão existir alguns condicionamentos, não comprometendo, porém, a resposta aos utentes que recorram ao hospital”, acrescenta.