Fotografia: Bolha/Facebook

Bolha é o projeto de Braga que vai ao Festival da Canção 2023

A banda vai interpretar canção “Sonhos de Liberdade”, da compositora Jacinta.

Diana Carvalho
19 Jan 2023

A banda bracarense Bolha vai participar no Festival da Canção 2023. O projeto de Hugo Torres, Ana Gomes e Cristiano Martins vai interpretar, já na primeira semifinal do certame, que se realiza a 25 de fevereiro, a canção “Sonhos de Liberdade”, da compositora Jacinta.

Os 20 temas a concurso no Festival da Canção 2023 foram revelados esta quinta-feira. Entre eles, para além do interpretado pela banda bracarense, estão canções de Bárbara Tinoco, Ivandro, Cláudia Pascoal (vencedora da edição de 2018) e Lara Li.

Para o festival, a RTP «convidou 16 autores e os restantes quatro chegariam através da Livre Submissão de Canções que esteve aberta ao público entre 2 de setembro e 21 de outubro. Há poucos dias um dos 16 autores convidados teve um imprevisto pessoal que o impedirá de estar presente no Festival da Canção 2023. Assim, a RTP decidiu admitir cinco candidaturas provenientes da livre submissão de canções», informou a RTP.

 

Confira todas as canções distribuídas pelas duas semifinais:

Primeira semi-final (25 de fevereiro)

“Modo Voo”, April Ivy
“Encruzilhada”, Churky
“Nasci Maria”, Cláudia Pascoal
“Sonhos de Liberdade”, Bolha (autoria da canção: Jacinta)
“Ai Coração”, Mimicat
“Too Much Souce”, Moyah
“Endless World”, Neon Soho
“Sapatos de Cimento”, Esse Povo (projeto de Quim Albergaria)
“Viver”, SAL
“Contraste Mudo”, You Can’t Win Charlie Brown

Segunda semi-final (05 de março

“Funâmbula”, Lara Li (autoria da canção: André Henriques, dos Linda Martini)
“Bandeiras”, Bandua
“Goodnight”, Bárbara Tinoco
“World Needs Theraphy”, Dapunksportif
“A festa”, Edmundo Inácio
“Fim do Mundo”, Inês Apenas
“Povo”, Ivandro
“Enquanto É Tempo”, Teresinha Landeiro
“O Impossível”, The Happy Mess
“Tormento”, Voodoo Marmalade





Notícias relacionadas


Scroll Up