Fotografia: DM

Programa inovador aproxima os cuidados de saúde dos doentes

“Farma2Care” vai ser implementado, numa primeira fase, nos distritos de Braga e Viana do Castelo.

Rita Cunha
1 Dez 2019

Aproximar os cuidados de saúde dos doentes e, assim, promover o seu bem-estar. É com este propósito que surge o “Farma2Care”, um programa que consiste na dispensa de medicação, habitualmente cedida no Hospital de S. João, em farmácias comunitárias dos distritos de Braga e Viana do Castelo e concelhos da Maia e Valongo, substituindo a deslocação obrigatória dos doentes ao Centro Hospitalar Universitário de São João, no Porto.

Nesta primeira fase serão abrangidos doentes com infeção pelo VIH/Sida, mas o programa prevê o futuro alargamento, já no próximo ano, a outras doenças e outras áreas geográficas para doentes seguidos pelo Centro Hospitalar Universitário de São João, no Porto, como a esclerose múltipla, doenças oncológicas, transplantes ou hemofilia.

Numa breve apresentação do projeto, cujo acordo de implementação foi assinado esta manhã em Braga, Carlos Lima Alves, da Unidade de Prevenção e Controlo de Infeção e Resistência aos Antimicrobianos do CHSJ, explicou que este irá permitir aos doentes abrangidos escolherem uma farmácia comunitária perto de si para levantarem os medicamentos, evitando assim deslocações ao Porto, com todos os custos que lhe estão associados, para além do tempo despendido.

Segundo este responsável, a ideia surgiu depois de detetada a necessidade, sendo «milhares» os doentes seguidos em hospitais de referência como o de S. João.

Com o “Farm2Care”, pretende-se uma «resposta centrada no doente, potenciar o acesso aos medicamentos e dar liberdade de escolha ao doente no acesso ao mesmo, melhorando assim a sua qualidade de vida.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up