Fotografia: DR
PJ faz buscas nos Serviços de Ação Social da Universidade do Minho

Computadores e diversos documentos apreendidos pela PJ em investigação à gestão dos SAS.

Nuno Cerqueira
15 Nov 2018

A Polícia Judiciária (PJ) esteve hoje o dia todo em buscas na sede dos Serviços de Ação Social da Universidade do Minho (SASUM) no campus de Gualtar.

Ao que apurou o Diário do Minho, cerca de doze elementos operacionais da judiciária, munidos de mandado de busca, através de ordem judicial, entraram nas instalações dos SASUM logo pelas 09h00, sendo que às 18h00 ainda se encontravam no local.

Computadores e diversos documentos foram apreendidos, sendo que a investigação recai sobre a gestão do antigo administrador dos SASUM, Carlos Silva, atualmente administrador executivo da InvestBraga, agência de desenvolvimento económico da Câmara de Braga.

O reitor da Universidade do Minho, Rui Vieira de Castro, e o atual administrador dos SASUM confirmam as buscas. Também Carlos Silva foi contactado pelo Diário do Minho que disse «desconhecer» o que se passa», acrescentando que no passado apresentou ao Ministério Público «queixa sobre várias situações e pessoas de que não posso falar».

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]




Notícias relacionadas


Scroll Up