twitter

São Mamede de Este evoca o padre Abílio Gomes Correia

São Mamede de Este evoca o padre Abílio Gomes Correia galeria icon Ver Galeria
Fotografia

Jorge Oliveira

Jornalista

Publicado em 02 de julho de 2024, às 18:55

No 57.º aniversário do seu falecimento

A Paróquia de São Mamede de Este, do arciprestado de Braga, celebrou o 57.º aniversário do falecimento do Servo de Deus Padre Abílio Gomes Correia, Apóstolo do Santíssimo Sacramento.

A efeméride foi assinalada no dia 29 de junho com uma celebração eucarística no Monte Chamor, naquela freguesia, junto ao monumento ao Coração Eucarístico de Jesus, mandado erigir pelo sacerdote em meados do século XX e que está atualmente a ser requalificado pela paróquia, com a colaboração da Junta de Freguesia e da Câmara Municipal de Braga.

Com esta intervenção, «pretende-se requalificar e dignificar o monumento do Chamor, favorecendo-o como lugar de encontro de toda a comunidade e espaço propício para a evangelização e celebração da fé», explica o pároco de S. Mamede de Este, o cónego Avelino Amorim, numa nota enviada ao Diário do Minho.

O monumento, com mais de 20 metros de altura, benzido em 4 de agosto de 1957, é encimado pela estátua do Sagrado Coração de Jesus que segura na mão direita, ao alto, um cálice e uma hóstia, enquanto a esquerda aponta para o coração. 

Segundo o cónego Avelino Amorim, o padre Abílio quis manifestar no monumento ao Coração Eucarístico de Jesus que «é precisamente na eucaristia que melhor podemos tocar a plenitude do amor do Coração de Jesus, para todos feito dom no Santíssimo Sacramento».

Abílio Gomes Correia nasceu em Padim da Graça, concelho de Braga, em 9 de fevereiro de 1882, e faleceu no Hospital de S. Marcos, em Braga, no dia 29 de junho de 1967. Está supultado no cemitério de São Mamede d’Este, onde paroquiou durante 60 anos.

A sua vida e obra pastoral foram recordadas recentemente no 5.º Congresso Eucarístico Nacional, realizado em Braga, de 31 de maio a 2 de junho, uma vez que o Padre Abílio Gomes Correia tinha uma grande devoção à Sagrada Eucaristia e iniciou a partir de São Mamede, e daqui difundiu por todo o Portugal, o movimento eucarístico, através de grupos de apostolado e de diversas publicações, entre as quais se destacam a Agregação do Santíssimo Sacramento e o Mensageiro Eucarístico. Aquele movimento eucarístico teve mais de 300 mil agregados, e a revista mais de 3000 assinantes, simultaneamente.

O processo de canonização do padre Abílio, iniciado em 1997, encontra-se na fase apostólica. A Arquidiocese de Braga espera que no início de 2025 possa ser declarado Venerável.