twitter

JMJ: Mais de 1,15 milhões de peregrinos passaram por Fátima entre 24 de julho e 10 de agosto

JMJ: Mais de 1,15 milhões de peregrinos passaram por Fátima entre 24 de julho e 10 de agosto
Fotografia Lusa

Agência Lusa

Agência noticiosa

Publicado em 13 de agosto de 2023, às 14:47

Os peregrinos eram oriundos de 68 países e as celebrações tiveram lugar em 32 idiomas.

O Santuário de Fátima registou a presença de mais de 1,15 milhões de pessoas nas celebrações realizadas naquele templo mariano entre 24 de julho e 10 de agosto, anunciou este domingo o reitor.

Segundo o padre Carlos Cabecinhas, este período, que coincidiu com o funcionamento da Aldeia Jovem preparada pelo Santuário para apoio aos jovens participantes na Jornada Mundial da Juventude que passassem pela Cova da Iria, teve a 5 de agosto, quando o Papa rezou na Capelinha das Aparições, o dia com mais pessoas, mais de 222 890. Carlos Cabecinhas explicou ainda que os peregrinos que passaram por Fátima entre 24 de julho e 10 de agosto eram oriundos de 68 países e as celebrações tiveram lugar em 32 idiomas.

Quanto à Aldeia Jovem, o espaço de tendas de acantonamento registou o acolhimento de 2 615 peregrinos, enquanto o espaço de acampamento foi procurado por cerca de 1 500 jovens. No espaço destinado ao fornecimento de refeições, foram atendidos cerca de 15 mil peregrinos. Outros números revelados pelo Santuário de Fátima, apontam para que, dos mais de 1,15 milhões de participantes nas celebrações, mais de 295 mil comungaram, enquanto as 619 celebrações realizadas nesse período foram oficiadas por perto de 6 650 concelebrantes.

Questionado sobre o número de peregrinos no dia em que o Papa Francisco esteve na Cova da Iria, sábado, 05 de agosto, e que se cifrou na ordem dos 200 mil, Carlos Cabecinhas disse que o santuário “nunca apontou estimativas”, reconhecendo que “aquele era apenas um pequeno momento num programa mais vasto que era a Jornada Mundial da Juventude (JMJ)”. O Papa Francisco esteve na Capelinha das Aparições no penúltimo dia da JMJ, tendo rezado o terço com mais de uma centena de jovens portadores de deficiência ou reclusos.