twitter

D. Delfim Gomes preside à peregrinação à Franqueira

D. Delfim Gomes preside à peregrinação à Franqueira
Fotografia Arquivo DM

Joaquim Martins Fernandes

Jornalista

Publicado em 12 de agosto de 2023, às 11:40

Peregrinação Arciprestal de Barcelos sai às 8h00 da Igreja Matriz.

O Bispo Auxiliar de Braga, D. Delfim Gomes, preside este domingo, dia 13 de agosto, à Peregrinação Arciprestal ao Santuário de Nossa Senhora da Franqueira, em Barcelos. A caminhada de fé vai reunir todas as paróquias do Arciprestado, num percurso que liga o coração de Barcelos à capela que, no alto do monte da paróquia de Pereira, é dedicada a Nossa Senhora da Franqueira.

Após uma caminhada de cerca de duas horas e meia, os muitos milhares de peregrinos que são esperados no santuário mariano vão participar, pelas 10h30, na eucaristia festiva em honra de Nossa Senhora da Franqueira.

Cumprindo um tradição que remonta aos ano de 1908 – ano da realização da primeira Grande Peregrinação à Franqueira –, a peregrinação começa pelas 08h00. O andor com a imagem de Nossa Senhora, carregado a ombros, deixa a Igreja Matriz de Barcelos e, acompanhado, a pé, pelas Confrarias das paróquias do Arciprestado e por milhares de crentes que, em uníssono, entoam cânticos de louvor, ruma ao Santuário. Passado o rio Cávado e saindo da sua ponte românica, o andor é conduzido sobre um belo e trabalhado tapete de flores que a população de Barcelinhos, para prestigiar a passagem da Senhora, tem a canseira de anualmente preparar.

A cerca de seis quilómetros de Barcelos, já no Monte da Franqueira, e desde o Convento dos Frades até cerca do Castelo de Faria, aguardam a procissão e com o fim de nela se integrarem, as paróquias situadas nos arrabaldes do Santuário.

A chegada da peregrinação ao recinto do Santuário, onde as entidades convidadas aguardam a Senhora, é inimaginável. São milhares de fiéis a entoar canções religiosas, é o colorido das bandeiras e opas das confrarias paroquiais, são os meninos das cruzadas e os jovens escuteiros, é a paisagem que se desfruta, enfim, é a grandiosidade da mistura festiva do religioso com o profano, no mesmo espaço.

O andor da Senhora da Franqueira é, então, colocado junto de um palco, especialmente montado para a realização da eucaristia campal, que vai ser presidida pelo Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Braga, D. Delfim Gomes.

Uma vez esta terminada a eucaristia, e após os agradecimentos apresentados pelo Juiz da Mesa da Confraria, a imagem de Nossa Senhora, acompanhada do esvoaçar de milhares de lenços brancos empunhados pelos presentes que entoam o cântico do “Adeus à Virgem”, recolhe seu Santuário.