twitter

JMJ: Entre 10 e 15 mil pessoas confessaram-se a 825 padres por dia no Parque do Perdão

JMJ: Entre 10 e 15 mil pessoas confessaram-se a 825 padres por dia no Parque do Perdão
Fotografia Natália Rebouta/JMJ Lisboa 2023

Agência Lusa

Agência noticiosa

Publicado em 04 de agosto de 2023, às 14:32

Esta manhã, nestes confessionários, o Papa Francisco confessou três peregrinos.

Entre 10 e 15 mil pessoas confessaram-se diariamente nos 150 confessionários disponíveis no Parque do Perdão, na zona de Belém, em Lisboa, por onde passaram 825 padres por dia, revelou esta sexta-feira a organização.

Em conferência de imprensa, Rita Amaral, da direção Pastoral e Eventos da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), adiantou que, no final desta iniciativa, que hoje termina às 16h00, a organização pretende entregar um confessionário a cada um dos três estabelecimentos prisionais que os construíram – Coimbra, Paços de Ferreira e Porto. Os restantes, disse, serão disponibilizados “às paróquias de Portugal que estiverem interessadas”.

Esta manhã, num destes 150 confessionários, o Papa Francisco confessou três peregrinos, oriundos de Espanha, Guatemala e Itália. A língua materna destes jovens ditou que fossem escolhidos para receberem o sacramento da reconciliação de Francisco. Segundo Rita Amaral, foi pedido à organização que os jovens falassem fluentemente espanhol e italiano.

Neste local, os padres alocados por duas horas a cada um daqueles espaços confessaram uma média de 10 pessoas por turno, sendo que as confissões estiveram disponíveis “em mais de 50 línguas”.

Já sobre a Feira Vocacional, que também está instalada na Cidade da Alegria, em Belém, a responsável referiu que conta com a representação de “128 anfitriões”, ou seja, congregações, famílias e movimentos. Aqui, os “peregrinos vão à procura de saber vocações que existem na igreja”, como o ser padre ou freira, mas também ficarem a conhecer o sacramento do casamento.

Segundo a responsável, têm passado pela Cidade da Alegria, em média, 50 mil pessoas por dia. “Têm sido quatro dias cheios de alegria”, concluiu.

O Papa está desde quarta-feira em Portugal para presidir à JMJ, onde são esperadas mais de um milhão de pessoas. Em Lisboa, as principais iniciativas da jornada decorrem no Parque Eduardo VII, na zona de Belém e no Parque Tejo, um recinto com cerca de 100 hectares a norte do Parque das Nações e em terrenos dos concelhos de Lisboa e Loures.