twitter

JMJ: Diocese da Guarda recebe mais de 700 jovens de diversas nacionalidades

JMJ: Diocese da Guarda recebe mais de 700 jovens de diversas nacionalidades
Fotografia DR

Agência Lusa

Agência noticiosa

Publicado em 19 de julho de 2023, às 14:31

A Diocese da Guarda vai acolher mais de 700 jovens de diversas nacionalidades para os Dias na Diocese, que maioritariamente serão recebidos por famílias de acolhimento.

Entre 26 e 31 de julho, na semana que antecede a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Lisboa 2023, estarão na Guarda jovens provenientes de países como Holanda, França, Equador, Estados Unidos da América, Colômbia, México, Moçambique, Filipinas, Brasil e Polónia.

“Serão maioritariamente acolhidos por famílias de acolhimento, que proporcionarão as condições logísticas, de alimentação e higiene pessoal necessárias ao bem-estar destes peregrinos”, referiu, em comunicado, o Comité Organizador Diocesana (COD) da Guarda para a JMJ.

No seu entender, “o mais relevante em cada uma destas famílias é a sua capacidade de bem receber, acolhendo estes jovens calorosamente e com generosidade”.

Os jovens serão distribuídos pelos arciprestados de Guarda-Manteigas, Covilhã-Belmonte, Celorico da Beira-Trancoso, Fundão-Penamacor, Sabugal-Almeida e Seia-Gouveia.

Estes arciprestados, juntamente com as suas paróquias, os municípios e instituições locais, contribuíram “com refeições diárias, transporte para os jovens peregrinos, oferta de ‘kit’ de boas-vindas e informação turística, e apoio para a elaboração de diferentes programas compostos por várias iniciativas”, explicou o COD.

Durante o período de estadia destes jovens na Diocese da Guarda haverá momentos de celebração e oração, atividades de contacto com as gentes locais, seus costumes e tradições, ações de voluntariado, trabalho comunitário, caminhadas e idas a praias fluviais da região.

Para assinalar a chegada dos jovens peregrinos à diocese, o COD realizará, na tarde do dia 26, uma festa de acolhimento na cidade da Guarda, que incluirá a celebração da Eucaristia na Sé, presidida pelo bispo da diocese, Manuel Felício, e animada musicalmente por um coro de jovens criado especialmente para este efeito.

O programa dos Dias na Diocese encerrará com a “FÉsta das Nações”, no dia 30, no alto da Torre da Serra da Estrela.

Para este dia estão previstas atuações típicas dos países dos diferentes grupos de peregrinos e um concerto da Banda Jota (banda de inspiração cristã da Diocese da Guarda, que atuou na JMJ de Madrid, em 2011).

A Diocese da Guarda participara na JMJ Lisboa 2023 – entre 01 e 06 de agosto - com um total de 367 pessoas, entre jovens, acompanhantes, dinamizadores juvenis, sacerdotes (17) e o bispo.

Desses peregrinos, 53 são provenientes do Comité Organizador Arciprestal (COA) de Celorico-Trancoso, 80 do COA Covilhã-Belmonte, 45 do COA Fundão-Penamacor, 113 do COA Guarda-Manteigas, 49 do COA Seia-Gouveia, 15 do Comite Organizador Paroquial (COP) de Pinhel e 12 do COP da Rebolosa – Sabugal.

Mais de um milhão de pessoas são esperadas em Lisboa para a JMJ.

O Papa, primeiro a inscrever-se na JMJ, chega a Lisboa no dia 02 de agosto, tendo prevista uma visita de duas horas ao Santuário de Fátima no dia 05 para rezar pela paz e pelo fim da guerra na Ucrânia.

Considerado o maior acontecimento da Igreja Católica, a jornada nasceu por iniciativa do Papa João Paulo II, após o sucesso de um encontro com jovens em 1985, em Roma, no Ano Internacional da Juventude.