twitter

Psicóloga Rute Agulhas aponta “papel pioneiro” da Igreja no combate aos abusos sexuais

Psicóloga Rute Agulhas aponta “papel pioneiro” da Igreja no combate aos abusos sexuais
Fotografia FILIPE AMORIM/LUSA

Agência Lusa

Agência noticiosa

Publicado em 26 de abril de 2023, às 16:04

O contacto com o Grupo VITA pode ser efetuado pelo número 915 090 000 e pelo email [email protected].

A psicóloga Rute Agulhas, que lidera o novo grupo de acompanhamento das situações de abuso sexual de crianças e adultos vulneráveis no contexto eclesiástico, sublinhou hoje o “papel pioneiro” da Igreja no combate a esta realidade.

Em declarações prestadas na apresentação do denominado Grupo VITA, a coordenadora desta nova estrutura proposta pela Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) assumiu a sua surpresa pelo convite para liderar o grupo de trabalho de acompanhamento das vítimas, mas também o “imenso entusiasmo” pelo trabalho que tem pela frente e as “expectativas muito elevadas”.

“A violência sexual é um problema de saúde pública, pela sua elevada prevalência e pelo impacto no curto, médio e longo prazo. É um fenómeno transversal, com maior prevalência intrafamiliar. A Igreja é um contexto, como outros. A igreja assume aqui um papel pioneiro”, assegurou.

Sublinhando a constituição do grupo por leigos e o funcionamento “isento e autónomo” em relação à Igreja, Rute Agulhas adiantou que o primeiro relatório do trabalho desta nova estrutura será conhecido em dezembro deste ano.

O contacto com o Grupo VITA pode ser efetuado por via telefónica através do número 915 090 000 (disponível a partir de 22 de maio, de segunda a sexta-feira entre as 9h e as 18h) e por email: [email protected].