twitter

Vila Verde realiza XII Bienal Internacional de Arte Jovem

Vila Verde realiza XII Bienal Internacional de Arte Jovem
Fotografia

Publicado em 12 de novembro de 2022, às 15:32

Ao todo foram selecionadas 104 obras de várias modalidades artísticas, que podem ser apreciadas até 16 de dezembro.

OMunicípio de Vila Verde procede, este sábado, à abertura da exposição da XII Bienal Internacional de Arte Jovem. A cerimónia terá lugar às 15h00, nas instalações requalificadas da antiga escola primária de Vila Verde.

A sessão, que contará com a participação da presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, Júlia Fernandes, do diretor artístico da Bienal e os artistas premiados, inclui a visita ao conjunto de obras expostas nos diferentes espaços do edifício requalificado da antiga escola primária de Vila Verde.

A XII Bienal Internacional de Arte Jovem registou a maior participação de sempre, tendo recebido 194 projetos de obras de arte, apresentados por 120 concorrentes de Portugal e países como Espanha, Eslovénia, Polónia, Brasil e Angola.

Ao todo foram selecionadas 104 obras de várias modalidades artísticas (fotografia, pintura, instalação, escultura e vídeo), da autoria de 102 artistas. As obras podem ser apreciadas até 16 de dezembro.

Os vencedores desta Bienal foram os trabalhos de Eva Maria Moreira Resende (“Destroying Memorie Serie”) e Laura Pinto da Mota (“Sei que muitos dias acordas e desejas estar completo/Aos Teus Pés”), que venceram, ex-aequo, o Grande Prémio da Bienal, patrocinado pelo Banco BPI.

O segundo prémio foi para “Pétalas de Luz”, de Maria Luísa Capela Rodrigues Carvalho. O Prémio Revelação, patrocinado pelo Instituto Português do Desporto e da Juventude (IPDJ) para autores até aos 20 anos de idade, foi atribuído a “Sinfonia num Lugar de Tensão”, de Maria de Monserrate Ribeiro e Costa.

Aos premiados, juntam-se seis menções honrosas, para as obras de Lucas Varillas Fernández, Pedro Gramaxo, Rui Filipe Freitas Ferreira, Sally Santiago, Susana Cristina Ferreira de Carvalho, Maria Luzia Almeida Cunha de Alegre e Silva.


Autor: Redação