twitter

Guimarães reconhecida pelo seu trabalho no domínio da inclusão laboral

Guimarães reconhecida pelo seu trabalho no domínio da inclusão laboral
Fotografia DR

Publicado em 28 de outubro de 2023, às 17:27

Foram reconhecidas 62 instituições que percorrem o caminho da inclusão e contrataram, no seu conjunto, 85 pessoas com deficiências ou incapacidades nos últimos 3 anos.

Realizou-se, na passada sexta-feira, no Paço dos Duques de Bragança, o evento “Integrar é Incluir”, promovido pela CERCIGUI que procurou reconhecer o trabalho de 62 instituições – entre empresas, autarquias e IPSS’s – que percorrem o caminho da inclusão e contrataram, no seu conjunto, 85 pessoas com deficiências ou incapacidades nos últimos 3 anos.

Paulo Lopes Silva, vereador da Câmara Municipal de Guimarães, autarquia reconhecida neste evento pelo seu trabalho no domínio da inclusão laboral, destacou a importância de incluir e de oferecer oportunidades de trabalho aos utentes da CERCIGUI, reforçando o compromisso da sociedade em retribuir com responsabilidade. “Sentimos sempre vontade de fazer mais” e acolher mais pessoas, sublinhando a história de sucesso da organização como um estímulo para atingir metas mais ambiciosas", referiu. Reconhecendo o esforço diário dedicado pela CERCIGUI, o vereador agradeceu a todas as instituições inseridas nesta iniciativa e destacou o trabalho de Joaquim Santos Simões, em ano que se celebra o centenário do seu nascimento, em prol da CERCIGUI.

Foram muitos os elogios da Secretária de Estado da Inclusão, Ana Sofia Antunes, ao trabalho da CERCIGUI,  reconhecendo o seu “contributo inestimável para a sociedade” e desafiando as empresas a continuarem os seus esforços em prol da inclusão e da construção de uma sociedade mais justa.

O Presidente da Direção CERCIGUI, Bruno Faria, começou por agradecer o apoio do Município de Guimarães, destacando o compromisso da instituição em promover a inclusão, com o bem-estar dos utentes no centro da ação. A recente reorganização da instituição, permitiu otimizar recursos e expandir a sua intervenção, com a abertura de um conjunto de respostas sociais inovadoras.

A “Integrar é Incluir” insere-se na “Na Rota da Inclusão”, um projeto dinamizado pelo Centro de Reabilitação e Formação Profissional da CERCIGUI e cofinanciado pelo Instituto Nacional para a Reabilitação (INR). O propósito é abrir caminhos potenciadores da integração de pessoas com deficiência no mercado de trabalho e capacitar as entidades empregadoras com ferramentas que permitam a tomada de decisões de forma mais célere e assertiva.