twitter

Exército mostra passado e futuro durante seis dias de contacto próximo da população

Exército mostra passado e futuro durante seis dias de contacto próximo da população
Fotografia Avelino Lima

Rita Cunha

Jornalista

Publicado em 13 de outubro de 2023, às 11:13

Responsáveis pelo Exército e autarquia de Viana do Castelo antecipam dias de grande interação com os vianenses

Mostrar o passado e o presente, ao longo de diversas iniciativas de contacto próximo com a população, mostrando que é «competente e solidário» e uma boa opção de formação profissional. Estes são, em traços gerais, os objetivos do Exército Português que, entre os dias 24 e 29 de outubro, comemora o seu dia em Viana do Castelo, a penúltima cidade pela qual ainda não passou.

 Na apresentação do programa, que aconteceu na manhã de ontem, o Chefe do Estado-Maior do Exército vincou que serão seis dias de intensa atividade na qual participarão cerca de 1200 militares e 170 viaturas, entre outros equipamentos. «Uma grande diversidade vai permitir dar a conhecer melhor o Exército, o seu passado, a sua história e cultura. Pretendemos mostrar a faceta menos conhecida: o que é o Exército, o que faz no território nacional, dizer que temos Colégios Militares, que temos trabalho também ao nível da inovação», disse, dando aqui como exemplo o Laboratório Nacional do Medicamento.

 «As pessoas associam--nos às operações militares, ao apoio militar de emergência quando vamos ajudar nos fogos, nas cheias, quando vamos socorrer as pessoas. Associam-nos às operações que estamos a fazer na República Centro Africana, na Roménia, aos treinos que fazemos em território nacional, mas o Exército é muito mais do que isto», vincou.

Eduardo Mendes Ferrão salientou ainda a importância de mostrar aos jovens que o Exército constitui uma saída profissional válida e com futuro. «A formação ministrada no Exército é certificada. Somos inclusivos. No Exército todos contam. O Exército permite a progressão na carreira», deu nota, salientando que os Colégios Militares estarão presentes e irão interagir com a população. Acima de tudo, sublinhou, «queremos mostrar que somos cidadãos como outros quaisquer e queremos estar perto das pessoas. Vão ver que somos competentes, confiáveis e solidários», referiu, não esquecendo os antigos combatentes que, também eles, poderão «estar perto de uma instituição que tão bem serviram».

 O presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo considerou ser um «privilégio» receber o Dia do Exército no concelho, que será «uma oportunidade única para os vianenses». «Estamos empenhados para marcar a vida de toda a estrutura militar», disse Luís Nobre.