twitter

Ponte da Barca investe 2,2 milhões para requalificar urbanização de Agrelos

Ponte da Barca investe 2,2 milhões para requalificar urbanização de Agrelos
Fotografia DR

Redação

Publicado em 11 de setembro de 2023, às 09:43

Município prevê investir 15 milhões em habitação.

A Câmara de Ponte da Barca (PSD) anunciou a aprovação de uma candidatura no valor 2 265 893,30 euros ao Programa 1.º Direito do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) para requalificar a urbanização de Agrelos.

Em comunicado enviado às redações, a autarquia do distrito de Viana do Castelo adiantou que «o projeto agora aprovado tem como objetivo uma intervenção profunda nos fogos habitacionais, que compõem a urbanização, para proporcionar uma melhoria substancial das condições habitacionais dos agregados familiares». «O apoio agora atribuído encontra-se integrado na Estratégia Local de Habitação (ELH), desenvolvida pelo município, em parceria com o Instituto de Habitação e Reabilitação Urbana (IHRU), que prevê um investimento de cerca de 15 milhões de euros no parque habitacional existente e a edificar pelo Município de Ponte da Barca», realça a nota.

Em abril, em comunicado, a Câmara de Ponte da Barca anunciou a reformulação da ELH, ao abrigo da execução de um acordo de financiamento celebrado com IHRU, para garantir mais oferta habitacional. «Inicialmente criado para apoiar pessoas que vivem em condições habitacionais indignas e sem capacidade financeira para melhorar a casa onde vivem, a operação a decorrer em Ponte da Barca foi agora incorporada no PRR, que assume uma comparticipação a 100%», referia a autarquia.

Na altura, a autarquia, presidida pelo social-democrata Augusto Marinho explicou que «a situação de carência habitacional do concelho enuncia a necessidade premente de incluir no documento a reabilitação de mais fogos habitacionais». «Com as alterações propostas e as novas soluções habitacionais apresentadas pela autarquia, a ELH de Ponte da Barca passou a ter uma estimativa global de 22 475 098,60 euros. O investimento público da responsabilidade da Câmara Municipal é de 15 464 953,60 euros e, no que concerne ao investimento privado, prevê-se que aos beneficiários diretos corresponderá um investimento superior a sete milhões de euros», especificou o município.