twitter

Entidades de Proteção Civil reúnem-se em Guimarães para definir estratégias de prevenção e capacitação do Município

Entidades de Proteção Civil reúnem-se em Guimarães para definir estratégias de prevenção e capacitação do Município
Fotografia DR

Redação

Publicado em 03 de julho de 2023, às 14:45

As realizações destas iniciativas revelam a importância do conhecimento e da prevenção para os possíveis fenómenos naturais ou de origem humana.

Decorreu, na passada quinta feira, uma Reunião de Coordenadores Municipais de Proteção Civil, seguida de uma sessão de trabalho com os Presidentes de Junta, sobre a temática da Proteção Civil. 

Nas instalações do Centro de Operações Integradas – Centro Municipal de Proteção Civil da Câmara Municipal de Guimarães, reuniram-se os Coordenadores Municipais de Proteção Civil da Sub Região do Ave e o Comando Sub-Regional de Emergência e Proteção Civil do Ave (CSREPC Ave).

Esta reunião foi promovida pelo CSREPC Ave com o apoio do Serviço Municipal de Proteção Civil de Guimarães tendo em vista a transmissão e definição de algumas estratégias com considerável grau de capacitação dos municípios no âmbito da Proteção Civil. Estiveram presentes, entre o corpo técnico da Câmara Municipal, representantes do Comando Sub-Regional de Emergência e Proteção Civil do Ave, Polícia de Segurança Pública, Guarda Nacional Republicana, Bombeiros Voluntários de Guimarães e Polícia Municipal.

Mais tarde, no salão nobre da Câmara Municipal, decorreu a reunião da Proteção Civil, presidida pela Vereadora da Proteção Civil, Sofia Ferreira, com os presidentes e representantes das Juntas de Freguesia e das autoridades de Guimarães e Sub-Regionais da Proteção Civil.

Sofia Ferreira, defendeu a importância destas ações de sensibilização e prevenção, dada a atual conjuntura climática, “os incêndios florestais, assim como inundações ou tempestades, já não estão circunscritos às suas épocas altas”, ocorrendo em períodos cada vez mais imprevisíveis.

A vereadora da Proteção Civil, reafirmou o apoio do Município perante as Juntas de Freguesia, de forma a desenvolverem Postos e Unidades de Proteção Civil para uma maior prevenção de situações de emergência.

As realizações destas iniciativas revelam a importância do conhecimento e da prevenção para os possíveis fenómenos naturais ou de origem humana. Os principais temas abordados neste encontro foram os processos necessários à criação de unidades de Proteção Civil nas Freguesias, o registo de ocorrências por parte dos representantes e, por fim, a Vespa Velutina.