twitter

Mais de metade dos portugueses viu conteúdos audiovisuais em 'streaming' em 2022

Mais de metade dos portugueses viu conteúdos audiovisuais em 'streaming' em 2022
Fotografia Unsplash

Agência Lusa

Agência noticiosa

Publicado em 15 de abril de 2024, às 14:43

Mais de metade dos portugueses (59%) utilizou a Internet para assistir a programas de televisão ou vídeos em 2022, segundo dados divulgados hoje pelo Serviço de Estatística da União Europeia (Eurostat).

 

Segundo o Eurostat, os dados referentes ao consumo em Portugal estão ligeiramente abaixo da média europeia, na qual 65% dos cidadãos da UE recorreu em 2022 ao ‘streaming’ para assistir a programas de televisão ou visualizar vídeos na Internet.

A análise diz respeito ao consumo em 24 dos 27 Estados-membros da UE, por cidadãos entre os 16 e os 74 anos.

Os valores mais elevados de consumo situam-se na Finlândia, com 93% dos consumidores a verem televisão ou outros vídeos pela Internet.

Em sentido contrário, na Roménia registou-se a mais baixa taxa de consumo, com 34% de cidadãos a recorrerem ao ‘streaming’.

Segundo o Eurostat, há ainda uma relação entre a idade e os hábitos de consumo de conteúdos audiovisuais na Internet.

“O ‘streaming’ é particularmente popular entre os mais novos, no qual 86% das pessoas que o usam tem entre 16 e 24 anos e 81% tem entre 25 e 34”, refere a União Europeia, indicando que a percentagem decresce com o aumento da idade, situando-se nos 33% para pessoas entre os 65 e os 74 anos.