twitter

Docentes de colégios e escolas profissionais vão ter aumentos salariais de 4,2%

Docentes de colégios e escolas profissionais vão ter aumentos salariais de 4,2%
Fotografia DR

Agência Lusa

Agência noticiosa

Publicado em 29 de agosto de 2023, às 14:20

Os cerca de 20 mil professores de colégios e escolas profissionais vão ter um aumento salarial médio de 4,2% e um prémio para compensar a inflação, anunciou hoje a Confederação Nacional da Educação e Formação (CNEF).

Os aumentos salariais para os professores que dão aulas a alunos até ao 12.º ano no setor não estatal de educação são o resultado de um acordo entre a CNEF e os sindicatos afetos à UGT, anunciou hoje a confederação.

Os docentes vão ter um aumento salarial de 4,2%, que irá vigorar até 2026, e um prémio de 4% em média a partir de setembro, para compensar inflação de 2022.

Os aumentos surgem “num contexto que ainda é de alguma recuperação dos efeitos socioeconómicos da pandemia e de incerteza causada pela pressão inflacionista”, sublinhou Rodrigo Queiroz e Melo, diretor executivo da Associação de Estabelecimentos de Ensino Particular e Cooperativo (AEEP), uma das associadas da CNEF.

“Esta negociação ficou marcada pelas dificuldades associadas ao congelamento dos montantes do contrato de associação, contrato de patrocínio e tabelas do ensino profissional, pelo que apelamos ao Governo para rever urgentemente esta situação”, salientou Rodrigo Queiroz e Melo.

Além da AEEP, a CNEF é composta ainda pela Associação Nacional de Escolas Profissionais (ANESPO), Associação Portuguesa de Escolas Católicas (APEC), Associação Nacional do Ensino (APROARTE) e a União das Cooperativas de Ensino da Região Norte (UNIENSINORTE).