twitter

Exportações e importações caem 5,2% e 6,2% no 2.º trimestre

Exportações e importações caem 5,2% e 6,2% no 2.º trimestre
Fotografia Unsplash

Agência Lusa

Agência noticiosa

Publicado em 28 de julho de 2023, às 15:40

Registaram-se as primeiras taxas trimestrais homólogas negativas desde 2020 e 2021.

As exportações de bens diminuíram 5,2% e as importações recuaram 6,2% no segundo trimestre deste ano face ao mesmo período de 2022, registando as primeiras taxas trimestrais homólogas negativas desde 2020 e 2021, respetivamente, divulgou esta sexta-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE).

"No segundo trimestre de 2023, de acordo com a estimativa rápida do Comércio Internacional de bens, as exportações e as importações diminuíram 5,2% e 6,2%, respetivamente, em termos nominais, em relação ao mesmo período de 2022", refere o INE.

Este decréscimo segue-se ao abrandamento do crescimento das transações de bens, que se verificava desde o terceiro trimestre de trimestre de 2022, indica a autoridade estatística nacional, assinalando que não havia registo de taxas de variação homólogas trimestrais negativas desde o quarto trimestre de 2020 nas exportações e o primeiro trimestre de 2021 nas importações de bens, momentos então "fortemente afetados pela crise pandémica".

No primeiro trimestre de 2023, as exportações e as importações tinham aumentado, em termos homólogos, 13,0% e 8,9%, respetivamente. Esta estimativa rápida é incorporada no cálculo da estimativa rápida das Contas Nacionais Trimestrais do INE e será atualizada no próximo destaque mensal das estatísticas do Comércio Internacional.