twitter

Confederação Nacional da Agricultura não subscreve pacto para descida do IVA

Confederação Nacional da Agricultura não subscreve pacto para descida do IVA
Fotografia HUGO DELGADO/LUSA

Agência Lusa

Agência noticiosa

Publicado em 28 de março de 2023, às 16:32

Os agricultores acusam o Governo de não “afrontar o poder da grande distribuição”.

A Confederação Nacional da Agricultura (CNA) anunciou hoje que não subscreveu o pacto para descida do IVA dos bens alimentares, por não passar “cheques em branco” ao Governo, que acusa de não “afrontar o poder da grande distribuição”.

Em comunicado, a CNA afirmou que “não ‘passa cheques em branco’ e, por isso, não subscreveu o Pacto para a Estabilização e Redução de Preços dos Bens Alimentares”, assinado entre o Governo, a Associação Portuguesa das Empresas de Distribuição (APED) e a Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP), na segunda-feira.

A CNA explicou que na origem da decisão de não subscrever está a “ausência de um compromisso sério por parte do Governo em afrontar o poder da grande distribuição e dar resposta aos problemas que afetam a agricultura”.

Outro motivo, acrescentou a confederação, prende-se com a “quebra unilateral das negociações pelo Governo, que, a meio do processo, arredou da mesa das negociações a CNA e os parceiros sociais da PARCA – Plataforma de Acompanhamento das Relações na Cadeia Agroalimentar, para fechar um acordo ‘em direto’ com apenas dois representantes dos setores envolvidos.