twitter

Cerca de 300 mortos em ataque do Hamas e contra-ataque israelita

Cerca de 300 mortos em ataque do Hamas e contra-ataque israelita
Fotografia Lusa

Agência Lusa

Agência noticiosa

Publicado em 07 de outubro de 2023, às 16:10

O Ministério da Saúde palestiniano anunciou que pelo menos 198 pessoas morreram hoje no contra-ataque israelita na Faixa de Gaza, em resposta à ofensiva do Hamas, na qual também terão morrido, segundo fontes locais, mais de uma centena.

 

A contagem feita pelo Ministério da Saúde até às 16:20 locais (mais duas horas do que em Portugal), indica que, além dos pelo menos 198 palestinos mortos, há registo de 1.610 feridos.

Por outro lado, a agência EFE, que cita fontes médicas, dá conta de que mais de 100 pessoas morreram em Israel no ataque surpresa lançado pelo grupo islâmico Hamas - por terra, mar e ar - a partir de Gaza, e que também causou mais de 900 feridos.

Segundo a agência de notícias oficial palestina Wafa, fontes médicas relataram que entre os mortos está o jornalista Muhamad al-Salhi, que estava em reportagem na fronteira Gaza-Israel, no leste de Bureij.

O ataque surpresa hoje lançado pelo Hamas contra o território israelita, numa operação com o nome “Tempestade al-Aqsa”, envolveu o lançamento de milhares de foguetes e a incursão de milicianos armados por terra, mar e ar.

Em resposta, Israel bombardeou a partir do ar várias instalações do Hamas na Faixa de Gaza, numa operação que batizou como “Espadas de Ferro”.

O primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, declarou que Israel está “em guerra” com o Hamas.