twitter

Lenço dos namorados inspira trajes de Portugal nos Jogos Olímpicos

Lenço dos namorados inspira trajes de Portugal nos Jogos Olímpicos
Fotografia COP

Redação

Publicado em 08 de maio de 2024, às 21:55

Tradição tipicamente minhota

O lenço dos namorados, uma das grandes tradições minhotas, é a inspiração para as peças que os atletas olímpicos portugueses vão vestir na cerimónia de abertura.

A Decenio vai ser a responsável pela produção das peças com os icónicos bordados de Vila Verde, e de acordo com o Comité Olímpico Português, procura combinar elegância, sofistiação e Portugalidade.

Em destaque nesta colecção estão os pólos com um padrão inspirado nos lenços dos namorados, e são bordado à mão por artesãos e depois impresso no algodão. 

Para estas peças, a Decenio incluiu elementos como as medalhas olímpicas, o brasão português, a bandeira, mas também outros mais tradicionais dos lenços dos namorados, como o coração de Viana, pequenos pássaros e as palavras “amor, solidariedade, força e superação”. 

Segundo o COP, o Amor é o conceito de base, quer para os trajes formais, quer para os equipamentos desportivos, estes produzidos pela Joma. De acordo com o COP, é uma "resposta a um mundo que atravessa guerras, vive em tensões geopolíticas, tem de responder a emergências climáticas, crises humanitárias e desafios económicos".

O Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa - uma das portas de saída dos atletas da Equipa Portugal rumo a Paris -, foi o local escolhido para o desfile em que participaram os atletas Filipa Martins (Ginástica), Bárbara Timo e Patrícia Sampaio (Judo), Angélica André (Natação), Eliana Bandeira, Rui Pinto, Susana Godinho, Pedro Buaró, Tiago Pereira e Evelise Veiga (Atletismo), Eduardo Marques (Vela) e Miguel Frazão (Esgrima), ao lado de manequins profissionais.