twitter

Lank Vilaverdense derrotado pelo AVS nos últimos instantes

Lank Vilaverdense derrotado pelo AVS nos últimos instantes
Fotografia Liga Portugal

Agência Lusa

Agência noticiosa

Publicado em 19 de fevereiro de 2024, às 21:19

Golo de Sténio (90+2') ditou desaire minhoto por 3-2

O AVS venceu hoje o Länk Vilaverdense por 3-2, em jogo da 22.ª jornada da II Liga de futebol, disputado em Coimbra, que teve um final empolgante, após os minhotos terem anulado uma desvantagem de dois golos.

Os tentos da formação da Vila das Aves, segunda classificada do campeonato, foram apontados por Nenê (11 e 25 minutos) e Stênio (90+2), e pela equipa do distrito de Braga marcaram Gonçalo Teixeira (53) e André Soares (89), este último de grande penalidade.

No Estádio Cidade de Coimbra, casa emprestada do Länk Vilaverdense, o AVS colocou-se em vantagem aos 11 minutos, num cabeceamento de Nenê, após cruzamento de Benny, na sequência de um pontapé de canto batido à maneira curta.

O árbitro Manuel Oliveira assinalou, inicialmente, fora de jogo no lance, mas o golo foi confirmado com recurso ao videoárbitro.

O Länk Vilaverdense dispôs de uma boa ocasião para empatar, aos 20 minutos, mas Gonçalo Teixeira chegou atrasado para a emenda para a baliza, após o cabeceamento de Bruno Silva.

Cinco minutos depois, a formação da Vila das Aves aumentou a vantagem para 2-0, num ‘bis’ de Nenê, na cobrança de um livre direto, que permitiu ao experiente avançado, de 40 anos, reforçar a liderança dos melhores marcadores da II Liga, agora com 18 golos.

Em cima do intervalo, aos 45 minutos, os minhotos ainda assustaram, num remate de André Soares que obrigou o guarda-redes Pedro Trigueira a defesa difícil para lá da linha final.

No início da segunda parte, e após duas ameaças, a equipa do distrito de Braga reduziu aos 53 minutos, também de livre direto, superiormente executado por Gonçalo Teixeira.

A igualdade esteve à vista aos 61 minutos, num remate a meia altura de Lénio, que levou a bola ao poste, quando o guarda-redes Trigueira já estava batido, no seguimento de um cruzamento rasteiro.

Na resposta, o AVS também atirou ao poste, num remate de cabeça de Lucca, aos 79 minutos, após um cruzamento atrasado no corredor direito.

Aos 89 minutos, o Länk Vilaverdense chegou ao empate, por André Soares, na conversão de uma grande penalidade, vislumbrada pelo videoárbitro, a castigar o derrube de Laércio.

Na primeira tentativa, o jogador da equipa minhota atirou denunciado e permitiu a defesa de Trigueira, mas o videoárbitro alertou o árbitro para o adiantamento do guardião no momento do remate e o castigo máximo foi repetido, o que provocou muitos protestos dos avenses.

Depois, assistiu-se a um final eletrizante, com o AVS a chegar ao golo aos 90+2, já no período de 10 minutos de descontos dados pelo árbitro, por Stênio, que, num pontapé de canto, só teve de encostar após uma má abordagem do guarda-redes do Länk Vilaverdense.

O AVS consolidou a segunda posição na II Liga de futebol, com 46 pontos, a três do líder Santa Clara, enquanto o Länk Vilaverdense mantém-se no 17.º e penúltimo lugar do campeonato, com 17 pontos.