twitter

Futebolista Rafael Leão é Way 45 na música e edita álbum de estreia sexta-feira

Futebolista Rafael Leão é Way 45 na música e edita álbum de estreia sexta-feira
Fotografia AFP

Agência Lusa

Agência noticiosa

Publicado em 24 de junho de 2023, às 11:57

O álbum de estreia vhama-se “My life in each verse”.

Persistência é a palavra que o futebolista português Rafael Leão encontra em comum entre o futebol, onde já é uma estrela, e a música, onde está a dar os primeiros passos e encontrou um refúgio. Nos campos de futebol é Rafael Leão, jogador do AC Milan e da seleção portuguesa, no mundo das ‘rimas e batidas’ é Way 45, que edita na sexta-feira o álbum de estreia, “My life in each verse”.

A música fez sempre parte da vida de Rafael Leão – o pai foi cantor de semba e tem um tio DJ -, mas o sonho sempre foi o futebol. “Desde miúdo sempre quis jogar à bola, sempre tive a bola perto de mim, com os meus amigos [no bairro], dentro de casa. Deus deu-me o dom para conseguir ser alguém no mundo do futebol, mas se não tivesse [esse dom], acho que iria pelo futebol também, porque a bola sempre esteve perto mesmo”, contou, em entrevista à Lusa.

Rafael Leão recordou que só em 2020 começou a dedicar-se a criar música: “Fiquei um mês em casa, não tinha quase nada para fazer, não podíamos sair de casa, e eu estava em Itália, onde a covid-19 estava muito ativa”. Antes disso já tinha escrito “algumas coisas”, mas nunca tinha juntado instrumentais. “Na quarentena foi quando comecei a experimentar as minhas letras em certos instrumentais e mostrei a algumas pessoas que estavam dentro da música, para sentir o ‘feedback’, e o ‘feedback’ foi bom”, afirmou.

Começou por usar “instrumentais da internet” e depois passou aos criados por produtores da 608 Records, editora que tem com o amigo e ‘manager’ Leandro Twix. Com o tempo, foi ganhando confiança e decidiu fazer o primeiro álbum. Em janeiro de 2021, chegou o EP “Beginning”.

Way 45 faz a música que ouve: ‘rap’, sobretudo ‘trap’. Entre as suas maiores influências estão os norte-americanos Roddy Ricch, Lil Durk e Lil Baby. Canta em português, mas em “My life in each verse” há “um tema ou outro” também em inglês.

O nome que Rafael Leão adotou na música remete para o código postal do bairro da Jamaica, no Seixal (2845), onde cresceu e regressa sempre que pode. ‘Way’ significa caminho ou via, em inglês. “O significado é nunca te esqueças de onde vieste, por onde andares, por onde fores. Mantém sempre a tua identidade”, explicou.

Rafael Leão salienta que quando começou a cantar “não foi com a expectativa de ser um cantor conhecido”. “Foi de exprimir os meus pensamentos, para que as pessoas que não me conhecem tão bem, possam conhecer. E dar oportunidade a outros artistas também da minha ‘label’, que são talentos emergentes e podem, esses sim, vincar o nome no mundo da música, e levar o nome da nossa ‘label’ o mais alto possível”, disse.

Rafael Leão faz questão de salientar que o jogador de futebol e o músico são pessoas diferentes: “Way 45 é a pessoa que transmite os seus sentimentos, porque no futebol não sou tão expressivo”. “O Rafael Leão joga à bola, o Way 45 é outra pessoa. É um artista que expressa os seus ‘feelings’, de onde veio, as dificuldades que já passou, como vive hoje em dia, aquilo que espera alcançar. Falo da minha família”, disse.

Em comum nas carreiras de futebolista e músico, encontra a persistência. “Seja no futebol ou na música, para querer a passo alguma coisa, tem que se ter persistência. Para se ter boas músicas que as pessoas gostem, tem que ter persistência”, afirmou.

Questionado sobre a carreira que escolheria, se fosse obrigado a optar por uma, não hesitou: “Jogar futebol, óbvio”. Rafael Leão sabia que ia chegar onde está hoje no futebol - um clube de prestígio da liga italiana e a seleção A de futebol nacional -, mas almeja mais. “Ainda não estou onde quero chegar, como é óbvio, mas estou no caminho certo. Vou continuar a fazer para me manter onde eu estou, que já é muito bom, mas eu não sou uma pessoa que se contenta com o que já fez, quero sempre mais. E espero alcançar coisas grandes, como uma Bola de Ouro, a Liga dos Campeões”, partilhou.

Ter começado a cantar “no início foi motivo de gozo” entre os colegas futebolistas. “Mas agora já gostam da música que faço. A última música que fiz com o Soarito, [“V.E.U.L.”, que integra o álbum de estreia] muitos deles apreciaram. Foi como eu disse: persistência, persistência, persistência”, afirmou.

Além do cantor angolano Soarito, “que já tem nome no mercado”, em “My life in each verse”, Way 45 conta com a participação de artistas da 608 Records, “que podem vir a fazer uma boa carreira no mundo da música” e têm assim “uma oportunidade para se mostrarem e elevar o nome deles”.

Depois de 30 de junho, quando o álbum fica disponível para o mundo ouvir, o que acontecer será “surpresa”. “Quero ver como é que as pessoas vão reagir ao álbum, mas os músicos não param de fazer música”, disse, acrescentando que “com certeza haverá novidades”.

Embora a música venha em segundo plano, Rafael Leão garante que “sempre que puder” vai continuar a criar, até porque “também é um refúgio” que encontrou.