Fotografia: Miguel Viegas

Marca limiana de sidra promove desenvolvimento rural

“Nua Cider” está a afirmar-se no mercado.

Luísa Teresa Ribeiro
28 Ago 2022

A marca limiana “Nua Cider” é um exemplo de que a aposta no setor das sidras pode contribuir para a dinamização do mundo rural, na medida em que utiliza maçãs da região na produção das três referências que atualmente tem no mercado.

Fundada em 2018 pelos empreendedores Miguel Viseu, João Gomes e Tiago Sampaio, a empresa usa 20 toneladas de maçã de variedades autóctones de pomares de Ponte de Lima, Vila Nova de Cerveira, Mondim de Basto e Felgueiras.

A produção já passou das 5 mil para as 10 mil garrafas por ano, sendo que a maior parte se destina à exportação para mais de meia dúzia de países, com destaque para os EUA, Suécia e França, embora o mercado nacional esteja em crescimento, nomeadamente em cidades como Lisboa e Porto.

A marca tem inúmeras ideias para diversificar os produtos, mantendo sempre a produção de sidras sem aditivos, feitas a partir de variedades portuguesas.

A “Nua Cider” presente no Sidrama – Festival da Sidra e Bebidas de Pomar, certame que decorre este fim de semana, na Avenida dos Plátanos, em Ponte de Lima. Pelo palco passam Francisco Coelho (13h00), Tony Perry Band (17h00) e DJ Mosca (18h30). O certame funciona hoje entre as 13h00 e as 20h00, sendo que a prova das bebidas pode ser feita mediante a aquisição do copo oficial e de fichas de consumo. 





Notícias relacionadas


Scroll Up