Fotografia: CM Vizela

Vizela assinala os 650 anos da aliança luso-britânica

Sessão solene vai contar com uma recriação histórica da assinatura do Tratado de Tagilde.

Redação/Lusa
8 Jul 2022

Vizela assinala este domingo, dia 10 de julho, os 650 anos do Tratado de Tagilde, que consagrou a aliança luso-britânica. Estão previstas várias atividades, incluindo uma recriação histórica no local, segundo avançou à Lusa uma fonte da Câmara Municipal.

“O Tratado de Tagilde, firmado a 10 de julho de 1372, na Igreja de São Salvador de Tagilde, sela uma das mais importantes amizades políticas de Portugal e marca o início da mais velha aliança diplomática do mundo, que perdura até aos nossos dias”, explica a autarquia. O município celebra então este domingo os 650 anos deste marco histórico com uma sessão solene, pelas 11h30, que vai contar com uma recriação histórica da assinatura do Tratado de Tagilde, no Largo da Igreja de Tagilde, e a presença de um representante do Ministério dos Negócios Estrangeiros, o presidente da Câmara, Victor Hugo Salgado, o embaixador britânico em Portugal, Chris Sainty, a presidente de Portugal-UK 650, Maria João Araújo, e o presidente da União de Freguesias de Tagilde e Vizela S. Paio, António Ferreira.

“A Câmara Municipal de Vizela considera esta mais uma iniciativa potenciadora do enorme património histórico e cultural que o Concelho tem no seu território, fundamental para a transmissão da memória e da identidade de Vizela, constituindo, assim, um recurso que deve ser divulgado, valorizando e projetando uma herança comum que urge transmitir”, lê-se no comunicado. A autarquia acredita ainda que as celebrações vão “contribuir para consolidação da imagem e identidade do Concelho de Vizela como destino turístico privilegiado, na vertente de turismo histórico e cultural”.





Notícias relacionadas


Scroll Up