Espaço do Diário do Minho

O caos em que nos mergulharam

23 Jun 2022
Carlos Aguiar Gomes

«Dêem-me quatro anos para ensinar às crianças e o grão que semeei jamais se desenraizará» ou «Dai-me uma só geração de jovens e transformarei o mundo» (Lenine-1917)

No dia 8 deste mês de Junho de 2022, às 17 horas, já 1218 cientistas de diversas áreas do saber de várias Universidades alemãs, já tinham assinado um manifesto contra a ideologia do género, “espécie invasora” de grande velocidade de propagação entre nós e que está a instalar o caos linguístico, cultural e mental da nossa sociedade.

Os cientistas acima referidos afirmam:

«…Nós, cientistas e médicos, apelamos aos comunicadores do serviço público a apresentar fielmente os factos biológicos e as descobertas científicas. Exigimos uma ruptura com a abordagem ideológica da transsexualidade e uma apresentação dos fatos biológicos de acordo com o estado actual da ciência.» (…) «o ponto de partida é sempre a falsa afirmação que, segundo a mesma, não há um sexo masculino e um sexo feminino mas uma variedade de géneros ou de etapas intermédias entre homem e mulher.» Mais adiante estes cientistas honestos e sérios afirmam:

«Como cientistas, opomo-nos firmemente à ideia que as mulheres e os homens não são senão construções sociais ou ideias pré-concebidas.»

O disparate, profundamente anti-científico, obscurantista e prepotente chega ao ponto de afirmar que, por exemplo, o pénis, órgão exclusivamente presente na biologia estrutural de cada homem não passa, naquelas cabeças totalitárias e negacionistas da Ciência e da evidência ocular, de uma “construção social»! … E isto é transmitido aos nossos crianças e jovens pelos educadores(?) que nem sempre pensam que estão a ensinar uma visão errónea e falsa sobre o Homem perante o silêncio esmagador e incompreensível dos pais.

A ignorância dos promotores e defensores desta Ideologia desconhece que as diferenças entre o Homem e a Mulher são inúmeras e só ignorantes do mais básico desconhecem como, por exemplo, que só os homens possuem o par de cromossomas XY desde o momento da concepção e que nunca poderão ser anulados ou destruídos e que a mulher se diferencia por aquele par cromossómico ser XX!

Vivemos um momento histórico único da humanidade em termos de progresso científico e tecnológico únicos na história da humanidade. Mas, é precisamente agora, que se espalha e impõe nas escolas e nos meios de comunicação social uma ideologia que procura com desonestidade científica impor uma nova visão da Pessoa Humana que é “binária” como se diz actalmente.

E quem se opõe a esta falsidade científica, apresentada como avanço, é insultado de “sexista”, “fascista”, “heteronormativo” , “homofófico” ou … “transfóbico” ou com outros insultos com que “mimoseiam” quem, em nome da LIBERDADE DE PENSAMENTO, se opõe com argumentos científicos e exercem sobre estes a perseguição e/ou o cancelamento.

Como é possível, neste século XXI, um tal retrocesso científico em nome de uma ideologia que pretende destruir a própria natureza humana?

Permitam-me os meus leitores que sugira, entre outras obras de fácil leitura e que pode ajudar a esclarecer e desmontar as mentiras que a Ideologia do Gender( Género):

– “Manual Del Buen Ciudadano – Para compreender y resistir a la cultura de la cancelación” “– El Libro de los Cancelados, de Jorge Soley – Obra fundamental para compreender como uma minoria nos manipula e domina a comunicação social e o ensino em Portugal e em todo o Ocidente. E persegue quem não “lê “pela sua cartilha totalitária digna dos mais ferozes regimes totalitários que conhecemos. Livro recente e recheado de exemplos actuais ( Editado em 25 de Janeiro de 2022). Um livro pela Liberdade contra a tirania do “ Pensamento Único”.

– Da CONGREGAÇÃO PARA A EDUCAÇÃO CATÓLICA (para as Instituições de Estudos)

«HOMEM E MULHER OS CRIOU» PARA UMA VIA DE DIÁLOGO SOBRE A QUESTÃO DO GENDER NA EDUCAÇÃO. Um pequeno livro, de 32 páginas, absolutamente fundamental para conhecer o que pensa a Igreja Católica sobre o tema e que tem uma excelente fundamentação. Leitura para todos os educadores.

Não podemos deixar que nos manipulem a realidade e que nos imponham um retrocesso brutal em termos científicos em nome de uma pretensa modernidade. Não podemos ser coniventes com a mentira. Não podemos deixar “lavar o cérebro” às crianças e jovens”!

Para terminar este curto artigo: O pénis não é um “construção social” o que é uma “construção social” pura e dura, totalitária, é a Ideologia do Género. Estejamos atentamente activos!



Mais de Carlos Aguiar Gomes

Carlos Aguiar Gomes - 16 Jun 2022

Todos sabemos que o grande compositor austríaco, Joseph Haydn, em 1772, quando estava ao serviço do Príncipe de Eszterházy, compôs uma belíssima sinfonia de vigoroso protesto, a célebre “Sinfonia do Adeus”. O Príncipe Nicolau Eszterházy, homem de uma grande riqueza, possuía vários palácios quer na Áustria quer na Hungria, e passava temporadas ora num local […]

Carlos Aguiar Gomes - 9 Jun 2022

Não foi notícia e deveria tê-lo sido. Em todo o mundo livre. Não compreendo, deve ser problema meu, a fortíssima tibieza do Vaticano contra a perseguição ao Cardeal Zen. Antigo Bispo de Hong-Kong, tem-se destacado pela defesa da democracia e liberdade naquele território que, teoricamente, goza de liberdade como “zona especial” da China, tal como […]

Carlos Aguiar Gomes - 2 Jun 2022

Mais de metade da minha vida passeia-a nesta cidade que amo, Braga, onde “ aterrei” há mais de 40 anos e fez-me sentir que sou bracarense. Adoptei a cidade como minha. Olho-a com ternura e respeito (é muito mais velha do que eu e, como fui educado a respeitar os velhos …). Alegro-me com o […]


Scroll Up