Fotografia: Liga Portugal

Salvador diz que «tudo fizeram» para impedir SC Braga de ser terceiro na Liga

Líder da SAD arsenalista acusou Sporting de ainda não ter pago a cláusula de rescisão de Rúben Amorim, a quem agradeceu a excelente campanha na I Liga e, sobretudo, pela conquista da Taça da Liga também contra o FC Porto na pedreira.

Pedro Vieira da Silva
26 Jul 2020

«Foi uma época muito difícil. Parabéns a todos os profissionais do clube, que numa época história, em que vencemos a Taça da Liga e vencemos cinco ou seis vezes seguidas aos grandes, conseguiram o terceiro lugar. São uns verdadeiros campeões numa época difícil, em que já vai para o 14.º mês. Começou com o Abel, foi ele que a preparámos mas entendeu a certa altura que era o momento para sair. Contratámos o Sá Pinto e desde já lhe agradeço a excelente campanha na Liga Europa e que bateu todos os recordes em Portugal nessa competição. Infelizmente não correu tão bem no campeonato. Entrou Rúben Amorim e agradeço-lhe pela excelente campanha no campeonato e pela Taça da Liga. Infelizmente, decidiu ir para outro clube, que se comprometeu a pagar a cláusula de rescisão e, até hoje, não foi paga. (…) Deixou-nos numa situação muito difícil, tivemos de recorrer a treinadores internos para acabar a época porque não havia treinadores no mercado. A todos os que cá estiveram, o meu muito obrigado e todos fizeram o possível para permitir que esta época seja histórica. Tudo fizeram para que o terceiro lugar não fosse nosso, a começar por nos vir buscar o treinador, mas somos um clube forte e não nos conseguiram derrubar», disse, no final do jogo com o FC Porto, que perdeu na pedreira por 2-1, o presidente do SC Braga, António Salvador.





Notícias relacionadas


Scroll Up