Vídeo: Nuno Cerqueira

No concelho de Esposende. Mulher ficou apenas com a cabeça de fora.

Nuno Cerqueira
3 Dezembro 2019

Uma mulher, com 65 anos de idade, foi salva pelos Bombeiros Voluntários de Fão, no concelho de Esposende, depois de ter sido “engolida” pelas areia de uma duna hoje ao início da tarde.

Segundo apurou o Diário do Minho no  local, a situação ocorreu junto a Ofir, na zona da Bonança, quando a mulher descia uma duna.

«A vítima ficou enterrada até ao pescoço, ficando coma cabeça de fora», disse fonte da Polícia Marítima, autoridade que tomou conta da ocorrência.

O alerta foi dado por um professor de artes marciais que deu com a mulher aflita e a “desaparecer” aos poucos.

Os Bombeiros Voluntários de Fão, com vários meios e apoio diferenciado do INEM, socorreram a vítima numa operação extremamente delicada face às areias instáveis.

Depois de uma hora de trabalhos, a mulher foi retirada com vida e transportada ao Hospital de Barcelos.

O Diário do Minho sabe que aquela duna tem sido intervencionada por um privado ligado à construção civil, situação que terá inclusive chegado às barras dos tribunais.


Outros Vídeos

Scroll Up