Fotografia: DR
Torre e Casa de Gomariz de Vila Verde classificadas como de “interesse público”

Situada na freguesia de Cervães.

Nuno Cerqueira
9 Abr 2019

Está situada a sul do concelho de Vila Verde, mesmo no limite com o concelho de Barcelos, a Torre e a Casa de Gomariz, na freguesia de Cervães, foram classificadas como monumento de interesse público, de acordo com uma portaria publicada hoje publicada em Diário da República.

O espaço foi adaptado a uma unidade hoteleira de luxo, no entanto, e segundo declarações da secretária de Estado da Cultura, Ângela Carvalho Ferreira, a Torre e Casa de Gomariz «conserva ainda grande valor histórico e arquitetónico, constituindo um notável e raro vestígio medieval e quinhentista da implantação nobre na região».

Para quem não conhece, este importante edificado é datado da primeira metade do século XVI, mas a torre da Casa de Gomariz revela uma tipologia de habitação nobre característica do final da Idade Média.

«A importância primitiva da propriedade no contexto regional e as continuadas referências históricas ao seu estatuto enquanto propriedade vinculada à Capela de Santa Luzia da Sé de Braga encontram testemunhos na sua monumentalidade e nas supostas semelhanças estilísticas entre as gárgulas da torre e outras da abside manuelina da Sé de Braga e da torre da colegiada de Guimarães», lê-se na portaria.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up