Vídeo: Nuno Cerqueira

Andores com vários santos também embarcam na viagem entre a Marina dos Pescadores e a Barra.

Nuno Cerqueira
3 Junho 2018

A Associação Pescadores de Esposende realizou ao final da manhã de hoje a habitual “romagem” à barra para recordar pescadores falecidos daquela comunidade piscatória (ver fotos).

Para além do ritual, o momento fica marcada pelo colorido e rito dos andores de várias freguesias que descem dos altares para embarcar “nas águas do Cávado”.

São Pedro, padroeiro dos pescadores, lidera a “romagem” que também é momento de recordar problemas antigos da barra, dos pescadores, de uma comunidade exposta á rigidez da natureza e ausências de soluções.

A coroa foi levada pela embarcação do ISN ao mar, porque a barra já nem os santos deixa passar a barra.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]


Outros Vídeos

Scroll Up