Fotografia: Nuno Cerqueira

«Concurso de vinculação extraordinário é justo», diz Ministro da Educação

Tiago Brandão Rodrigues participou em iniciativa do Dia Mundial do Livro em Ponte de Lima.

Nuno Cerqueira
23 Abr 2018

O Ministro da Educação afirmou ao final da manhã de hoje, em Ponte de Lima, que o concurso extraordinário é «justo», contornando desta forma a polémica sobre a vinculação extraordinária que coloca professores do público e privado em pé de igualdade.

Em declarações à margem do Dia Mundial do Livro e da votação da iniciativa “Miúdos a Votos” na Escola Básica e Secundária de Arcozelo, Tiago Brandão Rodrigues não quis dar muitas justificações e limitou-se a dizer que este concurso «é para combater a precariedade».

«É uma conquista de todo o processo de desprecarização que este Governo tem encetado. Com estas vinculações extraordinárias vamos ter mais docentes nas escolas com estabilidade, fazer do com que os agrupamentos aumenta a robustezes dos projetos pedagógicos», fez questão de referir.

O governante frisou que são mais 3.500 docentes que vão ter uma vínculo e «isso é que importa».

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up