twitter

O segredo da amabilidade

Porque devemos esforçar-nos por ser amáveis? Em que consiste a verdadeira amabilidade?

São perguntas propostas por Thomas Lickona no seu livro “How to Raise Kind Kids”. Este livro é o resultado de toda uma vida dedicada pelo autor, especialista em psicologia na Universidade do Estado de Nova York, à educação do carácter.

A amabilidade não é uma simples questão de cortesia, mas o fruto de uma decisão de querer fazer o bem aos outros e do exercício de várias virtudes. Como já dizia Aristóteles, “só chegamos a ser bons se não nos cansarmos de fazer o bem”.

Por isso, os pais devem converter-se em verdadeiros treinadores do carácter dos seus filhos, ajudando-os a transformarem certos comportamentos bons em verdadeiros hábitos. E uma parte importantíssima de um treinador é saber fazer isso no momento adequado.

Em geral, as pessoas que mais recordamos com carinho na nossa vida são precisamente aquelas que souberam ser amáveis connosco num momento determinado da nossa vida.

Todos os pais desejam que os seus filhos sejam felizes e tenham êxito na vida.

Mas, atenção! O êxito será vazio se os filhos não tiverem um bom carácter e não souberem ser amáveis.

Que factores contribuem para o défice de amabilidade na sociedade actual?

Lickona afirma, baseando-se na experiência do seu país, que a crispação política não ajuda nada. Parece que já não é possível no espaço público demonstrar respeito por aqueles que pensam de um modo diferente. Os pais devem contrariar esta prática generalizada, em primeiro lugar com o seu exemplo.

Outro factor é, segundo ele, a mentalidade do “tenho direito a tudo”, que diminui o sentido de responsabilidade pela felicidade e bem-estar dos outros, começando na própria família.

A responsabilidade está intimamente conectada com a amabilidade pois, na medida em que os filhos são amáveis, pensam com naturalidade nos outros e menos em si mesmos. E este é o segredo número um para que uma pessoa seja amável.


Autor: Pe. Rodrigo Lynce de Faria
DM

DM

12 março 2022