twitter

Dias de Futebol, Dias de Festa

Não necessariamente por esta ordem, a "final four" da Taça da Liga, em Braga, será essencialmente uma oportunidade de valorização do desporto e de celebração do futebol. A festa começa antes do pontapé de saída de dia 22 com inúmeras atividades lúdicas, passatempos e concertos que aproximam o adepto comum da modalidade e dos seus ídolos. À imagem do que aconteceu na edição 2018 desta competição a Praça da República e o Jardim da Avenida Central serão invadidos com espaços totalmente reinventados, atrativos e funcionais. A denominada "fan zone" estará ainda equipada com uma zona de restauração e zonas de entretenimento polivalentes que farão as delícias de toda a família. Este formato de competição, muito experimentado internacionalmente, permite intensificar e circunscrever a competição a um determinado estádio, a uma determinada cidade. Os atrativos são muitos: jogos a eliminar, outrora apelidados de “mata-mata”, a "fan zone" com dezenas de eventos diários, a zona de concertos “fan music”, um círculo de palestras pensantes “Thinking Football” e um título por atribuir, o de “Campeão de Inverno”. São estes os ingredientes de uma Taça da Liga, reinventada, mais competitiva, mais rentável e mais valorizada. No lançamento desta “Capital do Futebol”, em conferência de imprensa, o presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, destacava este evento como “um momento de celebração do Desporto, dentro e fora de campo”. O Município, agradado e consciente da importância do evento para toda a região, distinguiu a "Final Four" 2017/2018 com o Prémio de “Melhor Evento Desportivo do Ano” na V Gala do Desporto. A competição e sobretudo a experiência para o adepto configura-se como uma oportunidade de desenvolvimento de uma maior consciência desportiva e de fair-play entre todos os munícipes. A Cidade dos Arcebispos receberá ainda a etapa decisiva desta competição na próxima época, conforme compromisso firmado para o triénio (2018/20) entre o Município e a Liga Portugal. Braga, será, por certo, a anfitriã efusiva e generosa. A competição, propriamente dita, está reservada para o Estádio Municipal de Braga às 19h45 do dia 22 e 23 de janeiro com dois jogos emocionantes em perspetiva e com uma final, no dia 26, que baterá todos os recordes: mais envolvência de todos os agentes, mais profissionalismo, mais assistência no estádio e mais telespectadores. Os dias intensos que se anteveem, serão oportunidades de conhecimento e de crescimento de uma verdadeira cultura cívica em torno do futebol mundano cada vez mais esmiuçado e inflamado, tão discutido por todos e em todas as praças. O futebol é dos seus artistas planetários e dos seus fervorosos adeptos, os que honram a modalidade. Só esta cultura desportiva e o olhar respeitável para o adversário como parte integrante do espetáculo farão destes dias, dias de futebol, dias de festa. Que seja a semana do futebol positivo; mais emoção, mais desportivismo, numa relação que se espera proporcional.
Autor: João Viana Ledo
DM

DM

17 janeiro 2019