twitter

A bicicleta nas suas múltiplas funções

Nos últimos tempos várias entidades oficiais e privadas tem dedicado especial atenção ao desenvolvimento de projetos e atividades relacionadas com o ambiente e sua sustentabilidade, já que as grandes cidades e os centros urbanos produzem elevados níveis de dióxido de carbono, face à elevada quantidade de automóveis em circulação, com os consequentes efeitos nefastos na vida das populações. Por esse motivo há que encontrar soluções de mobilidade mais amigas do ambiente estimulando estilos de vida mais saudáveis, reduzindo a sinistralidade rodoviária, pelo que se deseja que estas iniciativas sejam uma oportunidade para gerar uma dinâmica colaborativa entre as entidades que tutelam as matérias relativas à mobilidade, à segurança rodoviária, ao ambiente, à saúde e ao desporto e os grupos promotores de mobilidade urbana em bicicleta. Face à importância do tema em questão, as entidades atrás referidas tem-se desdobrado em várias iniciativas com o objetivo de colocar na agenda pública o tema da bicicleta nas suas múltiplas dimensões tirando partido das competências existentes em Portugal no seio das entidades institucionais, empresariais e cívicas visando reduzir as emissões e a dependência energética dos combustíveis fósseis. É ainda objetivo aumentar em 10% a utilização da bicicleta (atualmente representa 0,5% do total das deslocações casa-trabalho/escola), reduzir em 10% o número de deslocações em veículo individual (neste momento constituem 60% do total das deslocações casa-trabalho/escola), sobretudo as de curta distância e duração. Atentos a esta problemática a Direção Geral de Educação (DGE), através do Gabinete Coordenador do Desporto Escolar em parceria com a Federação Portuguesa de Ciclismo, elaboraram um Manual de Apoio ao Professor e Técnico Qualificado, numa sessão realizada na semana passada na cidade de Barcelos. Este manual de apoio foi concebido para servir de suporte pedagógico aos projetos “Desporto Escolar sobre rodas” e “O Ciclismo vai Escola” desenvolvidos no âmbito da Estratégia Nacional para a Mobilidade Ativa Ciclável (ENMAC) 2020/2030 e Programa Nacional de Ciclismo para Todos (PNCpT). Das diversas personalidades presentes o Presidente da FP Ciclismo, Delmino Pereira, salientou o “momento histórico para Portugal: temos que transformar a nossa sociedade e transformá-la pela educação”. Já o Diretor-Geral da Educação, José Vítor Pedroso, destacou o excelente trabalho desenvolvido na conceção e elaboração deste manual, contando com o precioso contributo de inúmeras entidades e parceiros, constituindo-se como uma preciosa peça na prossecução da Estratégia Nacional para a Mobilidade Ativa Ciclável 2020-2030: “o ciclismo não é apenas uma modalidade desportiva ou forma de saúde. É também um conjunto de atividades para preparar o cidadão do futuro”. Nesse sentido creio que estão reforçados os dados para melhoria da sustentabilidade do ambiente que tanto preocupa o futuro da nossa sociedade. Por esse motivo creio ter chegado o momento de alterar os nossos hábitos!
Autor: Luís Covas
DM

DM

4 março 2022