twitter

I Fórum da Diálise Peritoneal do Hospital de Braga

Embora menos conhecida que a Hemodiálise, a Diálise Peritoneal é uma técnica de substituição da função renal igualmente eficaz e com importantes vantagens em relação à hemodiálise (nomeadamente no que concerne à maior autonomia e participação do doente no próprio tratamento e melhor tolerância cardiovascular).

 


Quando os rins perdem a capacidade de eliminar as toxinas e o excesso de fluídos, a Diálise Peritoneal substitui essas funções através do filtro natural que é o peritoneu. O peritoneu é uma membrana porosa e semipermeável que cobre os principais órgãos do abdómen e que contém muitos vasos sanguíneos. É necessário que seja colocado um catéter na cavidade abdominal (o catéter de Diálise Peritoneal) por onde vai entrar a solução dialisante. Essa solução ficará em contacto com os vasos sanguíneos do peritoneu, promovendo a remoção de moléculas. Posteriormente, é drenado esse conteúdo que contém as impurezas e infundido uma nova solução dialisante para uma nova depuração de solutos. Este processo de drenagem/infusão geralmente é realizado manualmente 3 vezes por dia ou com uma máquina durante a noite. 

 

Apesar de ser um tratamento disponível desde há várias décadas, a Diálise Peritoneal iniciou a sua actividade no Hospital de Braga (HB) em 2018. Por ser uma técnica relativamente recente no HB, naturalmente que as suas especificidades não são dominadas por todos os profissionais de saúde pelo que sentimos a necessidade de dar formação sobre os conteúdos básicos desta técnica, para que os nossos doentes recebam o melhor tratamento onde quer que se encontrem (na enfermaria, no serviço de urgência, nos procedimentos, no bloco operatório,…). 

  

Assim, convidamos todos os estudantes e profissionais de saúde a participarem no I Fórum da Diálise peritoneal do Hospital de Braga que terá lugar no dia 31 de Outubro de 2023 no auditório 3 do HB. 

 

Nesta formação abordaremos o que é a Diálise Peritoneal e como é que é, na prática, realizada pelos doentes. Mostraremos como é o catéter de diálise peritoneal e quais os cuidados mais importantes relacionados com este acesso e a importância dessas precauções. Falaremos pragmaticamente da abordagem destes doentes em contexto de Serviço de Urgência ou de Internamento, incluindo o tratamento nutricional mais ajustado.  

 

E uma vez que a Diálise Peritoneal permite a remoção de fluídos por ultrafiltração, esta técnica tem permitido o tratamento de doentes com insuficiência cardíaca refractária aos diuréticos, bem como indivíduos com cirrose hepática. É por isso que também pretendemos debater, juntamento com os nossos colegas Internistas, o papel desta técnica no tratamento destas populações especiais.  

Para finalizar, teremos o testemunho de quem já experimentou as duas técnicas (Hemodiálise e Diálise Peritoneal) porque para a Medicina o mais importante é o impacto que um determinado tratamento tem efectivamente na vida do doente. 

 


 Durante o mês de Outubro estará disponível um QRcode, no website do Hospital, que direciona os participantes a um formulário onde poderão deixar as dúvidas, de forma anónima, para que possamos tornar a formação o mais prática e baseada no dia-a-dia possível. 

Joana Rocha

Joana Rocha

13 outubro 2023