twitter

Unidade metalomecânica investe 1,5 ME em novas instalações em Viana

Unidade metalomecânica investe 1,5 ME em novas instalações em Viana
Fotografia

Publicado em 10 de janeiro de 2019, às 12:21

Novas instalações da empresa Costa & Rego são inauguradas amanhã.

A empresa de metalomecânica Costa & Rego, em Viana do Castelo, investiu mais de 1,5 milhões de euros em novas instalações que vão ser inauguradas na sexta-feira, informou hoje a câmara local.

O projeto da nova fábrica, situada na segunda fase da zona industrial do Neiva, "incluiu a alteração e ampliação de um pavilhão que se encontrava desativado há anos, contribuindo, desta forma, e de modo significativo, não só para a revitalização da unidade industrial em causa, como da zona industrial do Neiva/Alvarães".

Com a inauguração das novas instalações, na sexta-feira, com a presença prevista do presidente da câmara, José Maria Costa, a empresa de metalomecânica "criou cinco novos postos de trabalho".

Na nota hoje enviada, o município realçou que o regime de incentivos aprovado para 2019 prevê "reduções e isenções de taxas para investidores de empreendimentos turísticos e acolhimento empresarial, atividades económicas relacionadas com as fileiras da agricultura e floresta de base regional e do mar, regeneração urbana, entre outros".

A autarquia referiu "os setores tecnológico, serviços partilhados e indústrias, atividades criativas, onde estão a ser criados 280 postos de trabalho altamente qualificados".

Aquele regime de incentivos "aplica-se a empreendimentos turísticos e acolhimento empresarial com a isenção total de taxas de licenciamento em todas as operações urbanísticas, atividades económicas relacionadas com as fileiras da agricultura, floresta e produtos de base regional, regeneração urbana com a redução em 50% das taxas de urbanização e edificação e a isenção total das taxas de ocupação de domínio público, modernização de espaços comerciais, de restauração e bebidas e pagamento em prestações das taxas de ocupação dos lotes do parque empresarial da Praia Norte".

Segundo a autarquia, está em vigor, desde 2010, "um conjunto de medidas, incentivos e programas, como isenções e reduções nas taxas de licenciamento, de IMT, e disponibilização de crédito através do Finicia e Microcrédito".


Autor: Lusa