twitter

Centro das Artes José de Guimarães vai expor ao público as suas peças

Centro das Artes José de Guimarães vai expor ao público as suas peças
Fotografia

Publicado em 07 de setembro de 2022, às 17:54

O CIAJG, em Guimarães, vai utilizar as suas reservas para as mostrar, na íntegra, ao público, numa exposição que adota o título “1.128 objetos”.

Parte de um ciclo de exposições intitulado “Heteróclitos”, “1.128 Objetos” é um “projeto algo ambicioso”, como o classificou hoje a diretora artística do CIAJG, Marta Mestre.

“Vamos esvaziar as reservas do CIAJG e a coleção toda sobe ao piso 1”, afirmou a diretora durante uma apresentação para a imprensa da programação do próximo quadrimestre da cooperativa.

Na prática, trata-se da totalidade das peças reunidas pelo CIAJG ao abrigo da cedência, em regime de comodato, pelo artista José de Guimarães, que “vai agora poder ser vista em toda a sua extensão”.

“A exposição ocupa a totalidade do primeiro piso e a sua montagem é deliberadamente experimental, procurando fluidez entre as ‘reservas’ e as salas de exposição”, pode ler-se no programa daquele espaço museológico. A inauguração acontece no dia 08 de outubro, dia em que também vão ser abertas mostras pela espanhola Sara Ramo, André Tavares e Ivo Poças Martins, sendo que as exposições terminam a26 de fevereiro de 2023.
Autor: Redação/Lusa