twitter

Encontrado corpo do pescador de 70 anos desaparecido em Caminha

Encontrado corpo do pescador de 70 anos desaparecido em Caminha
Fotografia DR

Agência Lusa

Agência noticiosa

Publicado em 12 de abril de 2024, às 14:06

O corpo foi encontrado a quase um quilómetro a oeste do Forte do Cão, em Vila Praia de Âncora.

O corpo do pescador lúdico de 70 anos desaparecido desde segunda-feira em Caminha foi encontrado esta sexta-feira a quase um quilómetro a oeste do Forte do Cão, em Vila Praia de Âncora, revelou a Autoridade Marítima Nacional (AMN).

“Durante as operações de busca, o corpo foi detetado a cerca 0,5 milhas, aproximadamente 0,8km, a oeste do Forte do Cão e posteriormente transportado pelas embarcações de alta velocidade dos Comandos-locais de Caminha e de Viana do Castelo para o cais da foz do rio Minho, onde foi declarado o óbito pelo Delegado de Saúde”, descreve a AMN em comunicado. A AMN refere ainda que “foi contactado o Ministério Público, tendo o corpo sido posteriormente transportado para o Instituto Nacional de Medicina Legal de Viana do Castelo pelos Bombeiros Voluntários de Caminha, após as diligências da Polícia Judiciária”.

Nas operações de busca, coordenadas pelo Capitão do Porto e Comandante-local da Polícia Marítima de Caminha, estiveram empenhados elementos do Comando-local da Polícia Marítima de Caminha, uma embarcação do Comando-local da Polícia Marítima de Caminha e uma embarcação do Comando-local da Polícia Marítima de Viana do Castelo.

A AMN diz que, “segundo o que foi possível apurar, o praticante de pesca lúdica apeada, um homem de 70 anos, terá saído de casa para praticar a atividade sem ter regressado”. O “último avistamento” do pescador, na zona costeira entre Vila Praia de Âncora e a praia de Moledo, foi registado pelas 10h00 de segunda-feira, revelou na terça-feira o capitão do porto de Caminha.

O facto de a viatura do pescador ter sido encontrada no percurso entre Vila Praia de Âncora e Moledo, a “cerca de 200 metros da linha de costa”, foi “um dos fatores” que levou as autoridades “a concentrar os esforços de busca” naquele local naquela área.

A AMN revelou na terça-feira estar a efetuar buscas por um pescador lúdico, que se encontrava desaparecido “depois de alegadamente ter saído para exercer a atividade da pesca lúdica apeada na zona costeira de Moledo, entre a praia de Moledo e a Capela de Santo Isidoro, no concelho de Caminha”.