twitter

Homem fica com pulseira eletrónica por violência sobre ex-namorada em Valença

Homem fica com pulseira eletrónica por violência sobre ex-namorada em Valença
Fotografia

Redação/Lusa

Publicado em 14 de fevereiro de 2024, às 18:15

Aplicada a medida de pulseira eletrónica e afastamento e proibição de contacto com a vítima

Um homem de 48 anos ficou com pulseira eletrónica após ter sido detido em Valença por violência doméstica, revelou esta quarta-feira a GNR de Viana do Castelo.

Em comunicado, o Comando Territorial de Viana do Castelo da GNR esclarece que, “no âmbito de uma investigação por violência doméstica, foram efetuadas diligências que permitiram aos militares da Guarda apurar” que o homem “exercia violência física e psicológica sobre a ex-namorada de 44 anos, causando-lhe medo e inquietação”.

No seguimento das investigações foi dado cumprimento a um mandado de detenção e o homem foi detido, numa ação levada a cabo pelo Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE) da GNR.

“O detido foi presente a Autoridade Judiciária para aplicação das medidas de coação, tendo-lhe sido aplicada a medida de pulseira eletrónica e afastamento e proibição de contacto com a vítima”, acrescenta a nota de imprensa.