twitter

Cerveja LETRA festejou 10 anos de crescimento sustentado

Cerveja LETRA festejou 10 anos de crescimento sustentado
Fotografia DR

Redação

Publicado em 18 de outubro de 2023, às 11:10

A cervejaria em vila verde acolheu parceiros e amigos desta cerveja artesanal

A Cerveja LETRA festejou, por estes dias, 10 anos de crescimento sustentado, com base numa grande criatividade e espírito empreendedor. A comemoração aconteceu na Cervejaria em Vila Verde, mas também através da criação de uma rota de 10 ações especiais que, ao longo da primeira quinzena de outubro, aconteceu de sul a norte do país. «A nossa ideia foi celebrar com os nossos parceiros uma data tão importante para nós, criando dinâmicas e festas com temáticas de acordo com a zona do país onde estamos. Começamos no Algarve e viemos parando pelo caminho até chegarmos a Vila Verde, onde celebramos em grande os 10 anos de LETRA, numa festa de 2 dias, com clientes, amigos e parceiros», explica Filipe Macieira, co-fundador Cerveja LETRA Uma celebração «memorável» com atividadesvárias, como música, quiz, harmonizações e a projeção de um documentário sobre a história da marca.

Entre as personalidades presentes na festa dos 10 anos da LETRA, destacam-se a presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, Júlia Fernandes e alguns dos vereadores. Até porque, a LETRA tem mostrado ser já um marca que tem levado o nome de Vila Verde pela região, por Portugal e até além fronteiras, designadamente através dos festivais. Desafiado a falar destes dez anos depois do início da aventura, Filipe Macieira não tem dúvidas em classificar o balanço de positivo.

«O balanço que fazemos destes dez anos é muito positivo, resultado do nosso investimento constante na marca e no mercado. Somos uma empresa de base regional que foi crescendo de uma forma sustentada. Penso que o que nos diferencia é a nossa postura dinâmica e proatividade», analisou.

Conceito da LETRA e autenticidade da região do Minho

 Foi em outubro de 2013 que Filipe Macieira e Francisco Pereira decidiram transformar em modo de vida a paixão que ambos partilhavam pela cerveja artesanal. Assim nascia a LETRA e com ela uma forma muito própria de encarar o fabrico e comercialização de cerveja artesanal.

A começar pelo facto de terem o seu epicentro em Vila Verde, o que traz consigo a autenticidade do que é regional e uma história interessante, mas também o outro lado da moeda: dificuldades logísticas e a necessidade acrescida de se darem a conhecer num mercado onde a concorrência é desafiante. Depois de lançado o conceito – cervejas com nome de letras, de A a G, com caraterísticas diferentes para momentos e gostos diferenciados – foram surgindo edições limitadas e também a necessidade de ter espaços próprios.

Foram então criadas as Letrarias (neste momento 5 no total) que, além de espaços descontraídos para estar umas horas, são mostruários vivos de todo o universo LETRA, que vai fazendo o seu caminho de forma sustentada. Até porque, criatividade não falta.