twitter

Galiza vai concluir este mês obras em cais de “ferry”

Galiza vai concluir este mês obras em cais de “ferry”
Fotografia DR

Redação

Lusa

Publicado em 08 de agosto de 2023, às 14:15

Travessia Caminha-A Guarda

 A Portos de Galicia revelou ontem que está prevista «para este mês» a conclusão da obra no porto da Pasaxe, em A Guarda, que levou à suspensão da travessia de ‘ferryboat’ entre Caminha e aquela localidade da Galiza. A informação foi dada ontem à Lusa por ‘email’ pela Portos de Galicia, a entidade pública com competência nos 122 portos dependentes da Junta da Galiza.

 «O objetivo das obras é evitar o afundamento da atual estrutura e os riscos associados, nomeadamente o fim da atracagem no porto de Pasaxe, em A Guarda, onde se encontra o serviço ‘Xacobeo Transfer’ operado pela Junta da Galiza para o transbordo de passageiros – em grande parte peregrinos do Caminho Português [para Santiago de Compostela] – entre Portugal e Espanha», descreve o gabinete de comunicação da Consellería del Mar da Junta da Galiza, na nota de imprensa enviada pela Portos de Galicia.

 A 1 de agosto, o presidente da Câmara de Caminha manifestou-se preocupado com a possibilidade de o assoreamento do rio Minho dificultar ou impedir a ligação por ‘ferryboat’ à Galiza, mesmo aquando da conclusão da obra no cais galego do município de A Guarda. Na nota de imprensa ontem enviada à Lusa pela Portos de Galicia, a Consellería del Mar indica que a Junta da Galiza investiu na reparação do cais de atracagem de A Guarda mais de 580 mil euros.

A Lusa questionou a Portos de Galicia sobre as dificuldades de retoma de navegação referidas pelo autarca de Caminha, mas não obteve resposta até ao momento.