twitter

Portugal tem 871 casos confirmados de Monkeypox

Portugal tem 871 casos confirmados de Monkeypox
Fotografia

Publicado em 02 de setembro de 2022, às 10:59

Há mais 25 infeções do que o total registado na última semana.

O número de casos confirmados de infeção por Monkeypox em Portugal subiu para 871. Tratam-se de mais 25 infeções do que o total registado na última semana, anunciou a Direção-Geral da Saúde (DGS) esta quinta-feira.

“Todas as regiões de Portugal continental e a Região Autónoma da Madeira reportaram casos, dos quais 625 (78,5%) na região de saúde de Lisboa e Vale do Tejo”, adianta a DGS, na atualização semanal sobre a evolução da doença no país. A maior parte das infeções reportadas pertence ao grupo etário entre os 30 e 39 anos (44%) e 99% foram registadas em homens, tendo sido notificados oito casos em mulheres.

A DGS avança ainda que a recente média de novos casos confirmados de infeção pelo vírus Monkeypox “corrobora a desaceleração observada na notificação e, por aproximação, da transmissão da infeção”. A vacinação dos primeiros contactos próximos iniciou a 16 de julhoe, até quarta-feira, já tinham sido vacinadas 388 pessoas, informa o departamento liderado por Graça Freitas.

Os sintomas mais comuns da infeção por Monkeypox são febre, dor de cabeça intensa, dores musculares, dor nas costas, cansaço e aumento dos gânglios linfáticos, com o aparecimento progressivo de erupções que atingem a pele e as mucosas. Uma pessoa que esteja doente deixa de estar infecciosa apenas após a cura completa e a queda de crostas das lesões dermatológicas, período que poderá, eventualmente, ultrapassar quatro semanas.

O vírus transmite-se por contacto físico próximo, nomeadamente com as lesões ou fluidos corporais, ou por contacto com material contaminado, como lençóis, atoalhados ou utensílios pessoais.


Autor: Redação/Lusa