twitter

Governo recusa falha do SIRESP

Governo recusa falha do SIRESP
Fotografia

Publicado em 01 de agosto de 2022, às 09:48

Ministro da Administração Interna admite que houve «picos de congestionamento» nas chamadas, mas nega falha.

O ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro, admitiu ontem, em Pedrógão Grande, que houve «picos de congestionamento» nas chamadas, mas recusou que o SIRESP tenha falhado nos incêndios de Leiria. «A rede SIRESP não falhou. Convém sermos muito claros. Houve picos de congestionamento. Significa que naquele período houve mais de meio milhão de chamadas e a média do tempo de espera em relação a esse pico foi de 3,20 segundos. Aquela que demorou mais tempo, pouco passou de um minuto. A rede não falhou, estamos a falar de um congestionamento nas chamadas que foram feitas ao mesmo tempo e chamadas, sobretudo, a demorarem muito tempo e, por isso, bloquearam outras na entrada no sistema», a explicação foi avançada pelo ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro. [Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]

Autor: